Um Dia dos Namorados apertado

0
2



O Dia dos Namorados desse ano não teve repetir os bons números dos anos anteriores. A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial aponta uma parcela menor de varejistas otimistas com a data: 49% apostam em aumento de faturamento na data, contra 57% em 2011. Esse otimismo supera apenas 2009, ano da crise financeira americana. Já 36% dos opinam que o faturamento repetirá o de 2011 e 15% acreditam em queda. Na opinião dos economistas da Serasa Experian, o endividamento deve segurar as compras.

 

As grandes empresas do varejo são as mais otimistas sobre o aumento do faturamento na data, de acordo com 63% dos empresários. Nas médias, essa opinião é compartilhada por 56% dos entrevistados, e nas pequenas por 48%. Em relação à região, o Norte é o mais otimista com 61%. Na sequência, na ordem dos mais para os menos otimistas, estão os da região Centro-Oeste (57%), Nordeste (50%), Sudeste (48%) e Sul (43%).

 

Para os varejistas, neste Dia dos Namorados, 27% dos presentes serão roupas, sapatos e acessórios; 20% celulares e smartphones; 20% perfumaria e cosméticos; 12% flores; 6% chocolates e doces; 6% joias e relógios; 4% eletrônicos; 1% produtos de informática; 1% eletrodomésticos; 1% refeição em restaurante e na categoria ‘outros’, 2%. Os gastos médios com presentes serão 22% até R$ 50; 40% de R$ 51 a R$ 100; 26% de R$ 101 a 200; 8% de R$ R$ 201 a R$ 300; 3% de R$ 301 a R$ 500 e 1% mais de R$ 500. O ticket médio deve ser de R$ 128.