Unimed celebra seis anos de ações sociais

0
5
Pense numa empresa e na dificuldade que é fazer com que se alinhe aos princípios da responsabilidade social em seu dia-a-dia. Agora, imagine fazer com que 376 adotem a conduta em todo o país. Essa foi a meta da Unimed do Brasil e da Fundação Unimed, quando, há seis anos, deram o pontapé inicial na implantação da política de responsabilidade social voltada para as cooperativas do sistema.
“Para incentivar as cooperativas a implantarem a responsabilidade social, foi criado um manual que mostra o passo-a-passo para ações na área. E, na seqüência, foi criado o Selo de Responsabilidade Social, que identifica as cooperativas socialmente responsáveis em sua gestão, um importante diferencial para todo o mercado, que reconhece e valoriza as Unimeds devido a essa postura”, diz Almir Gentil, diretor de Marketing e Desenvolvimento da Unimed do Brasil e presidente da Fundação Unimed.
Em 2003, 55 cooperativas foram certificadas com o Selo de RS; em 2004, 87; em 2005, 144; atualmente, são 154 do total de 196 inscritas edição de 2006, o que representa cerca de 7% de aumento com relação à edição anterior – e de 29%, se comparado ao número de Unimeds participantes. Outros avanços alcançados por meio da Política Nacional de RS estão expressos na terceira edição do Balanço Social Consolidado. De 174 cooperativas que concretizaram seus balanços, somente em 2005 foram reservados R$ 509 milhões para projetos sociais, voltados para os públicos interno e externo.
Desse total, R$ 340 milhões para investimento social interno, em ações como promoção da saúde, capacitação profissional, seguro de vida, participação nos resultados e bonificações. E R$ 169 milhões na promoção de saúde, educação, esporte, cultura, lazer e atividades filantrópicas nas comunidades em que atuam essas cooperativas.