Vaidade masculina impulsionando mercado

0
1
O público masculino vem mudando o comportamento quando o assunto é vaidade. Hoje, ele consome mais produtos voltados ao cuidado da beleza, bem como está mais atento e possui um conhecimento maior sobre o que deve ou não comprar para cuidar de sua aparência. Como prova, recente pesquisa do IBGE confirma essa mudança de hábito e aponta que o homem brasileiro gasta mais de R$ 80 milhões por ano em artigos de beleza. Esses dados são confirmados pelo Senac Rio, que divulgou que os homens representam 37% dos consumidores de produtos e serviços de saúde e beleza no país e, em escala mundial, os brasileiros consomem 12% de todos os produtos de cuidados pessoais.
Percebendo sobre este aumento de interesse e o surgimento de um público potencial, muitos empresários e empreendedores vêm investindo em produtos e serviços para esse nicho, que a cada dia está mais exigente. Um exemplo de acompanhamento a este mercado está a HSMens Underwear, um e-commerce voltado para a venda de roupas íntimas masculinas. “Existem poucas lojas que têm foco exclusivo na venda de roupas intimas masculinas nesta linha que desenvolvi, sendo que, destas, 99% estão no exterior. Queremos oferecer conforto, elegância e sensualidade para os homens brasileiros, mas com total discrição”, revela a empresária Hérika Secundino.
Segundo Hérika, os consumidores de roupas íntimas masculinas estão na faixa etária entre 25 e 34 anos. A maioria deles, 53,4%, está no ensino médio e 20,5% no ensino superior. Ainda de acordo com um estudo do Sebrae, o gasto médio destes homens na última compra foi de R$ 115,85.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPesquisas premiadas
Próximo artigoA valorização da competência