Varejo e bancos mais próximos

0
2


O mercado de correspondentes bancários – sistema de prestação de serviços típicos dos bancos em estabelecimentos de varejo – vem crescendo a passos largos no Brasil. O Banco Central revelou recentemente que já existem 90 mil postos funcionando no Brasil e prevê o atendimento a 40 milhões de brasileiros por meio desse sistema. Pesquisas da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e do BC revelam ainda que em menos de seis anos o modelo conseguiu zerar o número de municípios sem serviços bancários.

Atenta ao grande crescimento deste filão, a PanData, empresa de soluções de automação bancária, está lançando a nova versão do seu sistema “Correspondente PanData”, ferramenta para integração dos correspondentes com os bancos. A solução permite que os estabelecimentos credenciados pelo banco funcionem como um terminal bancário convencional, realizando todas as funções disponíveis em terminais de agências bancárias, como saques, pagamentos com cartão ou dinheiro, depósitos, entre outros.

De acordo com Walter Tarabay, presidente da PanData, a principal vantagem para os correspondentes bancários com o uso da solução é o aumento nas vendas em função do crescimento do fluxo de pessoas nos estabelecimentos. “Já para os bancos, as vantagens são ainda maiores, como a ampliação da cobertura geográfica com baixos custo e risco, fidelização do comerciante, aumento da arrecadação e dos pontos de atendimento ao cliente, etc.”, afirma.

Com a solução, todas as transações processadas pelos correspondentes são facilmente acessadas pelos bancos contratantes, de três formas: Via LP (Linha Privada de Dados), que é a comunicação por telefone comum; Via Frame-Relay com link permanente; ou via Internet (discada, banda larga ou rádio). O controle das operações é realizado em tempo real, on-line, ou na periodicidade que o banco escolher.