Varejo no Dia dos Namorados

0
1
Nem mesmo o amor resistiu à crise. Por mais que tenham sido criadas promoções e novidades, o Dia dos Namorados teve uma queda no fluxo de visitantes nos shopping de todo o país durante a semana que antecede a data. Um recuo de 3,26% em comparação com o mesmo período de 2015. É o que aponta o índice IVSC (Índice de Visitas a Shopping Centers), realizado pela FX Flow Intelligence, empresa especializada no monitoramento de fluxo do varejo. A pesquisa leva em conta os dados obtidos pela companhia no acompanhamento dos consumidores nos principais shoppings do país.
De acordo com o levantamento, a região Sudeste registrou a maior retração, com queda de 8,83% no mesmo período. O Sul vem em seguida com um decréscimo de 5,35%, enquanto o Nordeste caiu 4,92%. Para Marcelo Tavares, CEO da FX Flow Intelligence, ainda é cedo para dizer como serão as datas sazonais do segundo semestre. “Embora o fluxo de pessoas em shopping centers tenha caído, o próximo semestre é marcado por promoções de término de estações, como o outono/inverno, Dia dos Pais, Dia das Crianças e preparativos para as festas de final de ano”, explica.
Mas, por outro lado…
Por outro lado, o e-commerce se deu bem nas vendas das datas. Houve um aumento de 8,75% em relação a 2015, porém o ticket médio diminuiu, segundo a MundiPagg. A empresa, que detém 40% do mercado de e-commerce, apontou uma queda de 12,05% no quanto cada cliente gastou nas lojas virtuais em comparação ao ano passado. Para Guilherme Pizzini, CEO da Mundipagg, a diminuição do ticket médio se deve ao atual momento econômico do país. “Embora o varejo online continue crescendo, percebemos que o cenário econômico brasileiro impactou diretamente na diminuição do ticket médio nas datas sazonais, incluindo o Dia dos Namorados. O brasileiro continua consumindo nas lojas virtuais pela facilidade e descontos oferecidos, porém tem preferido comprar produtos mais baratos”, conclui.