Varejo Online cresceu 3,4%

0
10

A E-Consulting®, Boutique Digital de Conhecimento líder na criação, desenvolvimento e implementação de estratégias competitivas e serviços para grandes corporações, juntamente com a Camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), anunciam o índice de Varejo Online (VOL) registrado no mercado brasileiro em setembro deste ano.
O VOL, que representa a soma dos volumes de transações de automóveis, turismo e bens de consumo (lojas virtuais e leilões para pessoa física), chegou a R$ 622,3 milhões, valor 40,6% superior ao movimentado em setembro do ano passado e correspondente a 3,4% do varejo total no país (dados estimados a partir do índice-base do IBGE).
Para Cid Torquato, diretor-executivo da Camara-e.net, “cada mês temos experimentado o crescimento sólido do nosso indicador VOL. Isso prova que o varejo online no país vem crescendo de maneira consistente e paulatina”.
Segundo Daniel Domeneghetti, Diretor de Estratégia e Conhecimento da E-Consulting, o varejo online no país assumiu estatura de atividade confiável. “A entrada de novos compradores e principalmente o aumento do ticket médio dos atuais compradores reforça nossa tese de que o varejo na Internet vem entregando resultados e credibilidade, tanto nos bens de consumo, quanto em turismo e automóveis”.
VOL-Autos
O setor de automóveis totalizou, em setembro, R$ 362,4 milhões, um aumento de 30% em relação ao mesmo período de 2003. As montadoras e revendedoras de veículos foram responsáveis por 58% do total do VOL.
VOL-Turismo e Bens de Consumo
O VOL-Turismo e o VOL-Bens de Consumo (VOL-Sem Autos) movimentaram em setembro, respectivamente, R$ 80,5 milhões e R$ 179,7 milhões, sendo que o VOL-Bens de Consumo cresceu 115% em relação ao mesmo período do ano passado.

O VOL-Turismo representou 13% do total do VOL, enquanto o VOL-Bens de Consumo foi responsável por 29%.