Venda de eletrônicos já é basicamente online

0
9
Com boas perspectivas de crescimento para os próximos meses, o varejo online responde por 21% das vendas totais de eletroeletrônicos no Brasil. O patamar é similar ao de países desenvolvidos como a Inglaterra onde representa 25%, e França (19%). De acordo com a GfK, entre janeiro e setembro de 2015, o canal online respondeu por 35% das vendas de produtos de informática, e por 31% das vendas de aparelhos de ar condicionado.
Omnichannel
Com crescimento de oito pontos percentuais em relação a 2014, o comportamento omnichannel (uso do on e off-line) na compra de eletrônicos já atinge 36% dos consumidores. Ganhando, ainda, importância também nas pesquisas de intenção de compras futuras em diversas categorias. Segundo a GfK, o canal online será a preferência entre aqueles que, nos próximos seis meses, pretendem adquirir tablets, smartphones e notebook