Vendas do Dia das Mães caem

0
15
O comércio da cidade de São Paulo registrou no Dia das Mães vendas 2,4% menores que em 2013, segundo dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Apesar de negativo, o resultado foi melhor do que a previsão dos comerciantes paulistanos, que esperavam por uma queda de faturamento de 6%. Boa parte dos empresários preferiu não arriscar investindo em ações promocionais para o Dia das Mães. Apenas 38% fizeram algum tipo de promoção, contra os 52% que realizaram no mesmo período do ano passado. A ação promocional preferida neste ano foi a de vender produtos com descontos especiais (63%), seguida por “ofertas relâmpago” (21%) e por sorteios de prêmios ou distribuição de brindes (16%). O Investimento em publicidade também foi pouco utilizado pelos varejistas: somente dois em cada dez.
A sondagem da FecomercioSP ainda revelou que 68% das compras foram pagas com cartão de crédito. O pagamento à vista – em dinheiro, em cheque e em cartão de débito – foi escolhido por 30% dos consumidores. O restante das preferências foi dividido entre cheque pré-datado e crediário, com 1% cada. Entre o ano passado e este, houve queda da quantidade de comerciantes que contrataram mão de obra temporária para a data comemorativa – que é a segunda mais importante, atrás apenas do Natal -, de 12% em 2013 para 8% no atual período. Também diminuiu a possibilidade de efetivação desses funcionários, de 75% para 50%.