Via celebra dois anos de nova gestão com 97 mi de clientes 

Transição envolveu diretoria executiva ampliada, mudança de marca, digitalização, além da entrada de novos sellers em sua base

0
39
Roberto Fulcherberguer, CEO da Via
Roberto Fulcherberguer, CEO da Via

Ir além do varejo e se consolidar como uma plataforma de relacionamento e consumo para clientes, lojistas e parceiros. A partir desse objetivo, em 2019 a nova gestão da Via deu início a um longo planejamento de transformação da companhia. E hoje, dois anos depois de execução e novos projetos criados a partir de demandas e desafios, a companhia conta em sua base com 97 milhões de clientes “e apresenta um crescimento constante de ganho de market-share, desempenho operacional expressivo e lançamentos de novos serviços e fortalecimento do seu ecossistema”, segundo assegurou Roberto Fulcherberguer, CEO da Via.

Atualmente, a companhia é dona das marcas Casas Bahia, Ponto, Extra.com.br, banQi, e das startups AsapLog, i9Xp e Celer, além de sócia da plataforma de startups, a Distrito. No último ano, principalmente, por meio da aquisição de startups que deram velocidade ao sistema logístico e tecnológico e a atualização de toda a plataforma de marketplace, a Via acelerou a entrada de novos sellers nas plataformas, “reforçando a estratégia de ser a melhor opção de compras de todos os brasileiros”, disse o executivo.

Ainda segundo Fulcherberguer, a  companhia rejuvenesceu suas marcas: Via Varejo passou a ser Via, Pontofrio passou a ser Ponto e Casas Bahia adotou um novo posicionamento e realizou a evolução do Bahianinho para o CB, agora, um porta-voz da marca. “A nova Via consolida a grande transformação pela qual a companhia passou para os novos caminhos além do varejo que vem seguindo. Já com o objetivo de se aproximar dos grandes centros empresariais da cidade de São Paulo a companhia inaugurou uma nova sede no bairro de Pinheiros, na capital paulista e, em sua gestão, ampliou a diretoria executiva novas cadeiras c-level com o foco em experiência do cliente e no marketplace”.

Em ESG, a companhia realizou uma emissão pública de debêntures simples atrelada a metas de sustentabilidade no valor de R$ 1 bilhão. Sendo a primeira emissão do tipo da companhia, com condições atreladas ao cumprimento de metas de sustentabilidade. Como objetivo, a companhia irá implementar o uso de energia renovável em 90% de sua operação, entre lojas, centros de distribuição e escritórios até 2025. Além disso, realizou a promoção de embaixadoras de Sustentabilidade e Diversidade & Inclusão. As novas executivas irão atuar como uma ouvidoria nas áreas e suporte para estruturação de políticas e programas internos e externos. Neste ano também, a Fundação Casas Bahia, expressão social do ecossistema da Via, completou 60 anos de atuação e vem atuando em diversas frentes com o objetivo de fomentar o empreendedorismo e capacitação de jovens talentos em todo o país.

Novas expectativas
De acordo com o CEO, para o começo do terceiro ano de diretoria, agora ampliada, os projetos continuam em andamento com foco no marketplace, com o avanço de tecnologia no onboarding da plataforma, lançamento de novos serviços logísticos para sellers, disponibilização do crediário digital (CDC) para compras no marketplace, e ampliação do sortimento de produtos com o marketplace internacional. Atualmente, são 55 mil lojistas parceiros e mais de 24 milhões de produtos nas plataformas online das marcas.

“Esse é o ano do marketplace para a companhia e já realizamos entregas significativas nos últimos meses que passam pela aceleração do onboarding, novas ferramentas de ads para os lojistas, novos serviços de coleta e drop off logísticos, oferta de serviços financeiros para os lojistas com acesso a conta PJ por meio do banQi, entre outros. Estamos em um processo de destravar valores importantes dentro da companhia e oferecer aos lojistas nossos serviços é um passo importante para oferecer aos nossos clientes um bom sortimento de produtos e uma jornada de compra extremamente positiva”, completa Fuclherberguer.

Outro projeto em andamento é a otimização do portfólio de lojas e retomada do plano de expansão com abertura de 120 novas lojas ainda neste ano com foco nas regiões norte e nordeste e nova megaloja em São Paulo. Atualmente, da base de 97 milhões de clientes, 22 milhões são ativos. O processo de expansão inclui também, até outubro deste ano, a inauguração de mais um centro de distribuição em Extrema/ MG, totalmente automatizado e preparado para mais uma etapa de expansão de serviços de logística para os lojistas parceiros, com a previsão de lançamento do serviço de fullfilment até o final do ano.