Virid discute Lei do Spam

0
3



O CEO da Virid Interatividade Digital, Walter Sabini Junior, foi convidado para representar a empresa e a IAB (Interactive Advertising Bureau) em reunião promovida pelo CGI (Comitê Gestor de Internet), na última semana. O objetivo do encontro foi analisar a proposta – projeto lei do Senado n. 21 -, do Senador Eduardo Azeredo sobre a questão do spam, mensagem indesejável por e-mail, que vem prejudicando a imagem das empresas que o praticam, muitas vezes de forma inconsciente.


Para Sabini Junior, o grande problema está no custo benefício oferecido pela comunicação on-line. “Cada vez mais, as empresas utilizem a Internet para veicular o produto e/ou serviço. Por ser um meio de comunicação mais ágil e com custo inferior à mala direta, as companhias encontraram, nessas ações, a possibilidade de se divulgarem mais facilmente”, relata o CEO.


O encontro teve foco nessa questão, ou seja, como impor leis ao mercado, sem prejudicar empresas sérias que utilizam desta ferramenta como principal canal de relacionamento. “O mercado necessita saber mesclar a ação de marketing sem invadir a privacidade do consumidor”, completa o executivo.


Para discutir esse assunto, o CGI (Comitê Gestor de Internet), reuniu especialistas do setor de entidades como IAB, Abranet, Abemd, Protest, Apadi, Agadi, entre outros, além de empresas de e-mail marketinge provedores de internet. Além da troca de experiência, o comitê tem a proposta de formatar um único documento com o intuito de enquadrar as melhores práticas na comunicação virtual.