Visa registra crescimento em 2002

0
1

O volume de vendas realizadas com cartões Visa no Brasil teve crescimento de 28,27% em 2002, passando de R$ 32,65 bilhões em 2001 para R$ 41,89 bilhões no ano passado. Entre os produtos da empresa, o maior crescimento ocorreu no cartão de débito Visa Electron, cujo volume de vendas aumentou 60,20% em 2002. Seu total subiu de R$ 6,13 bilhões em 2001 para R$ 9,82 bilhões no ano passado. Nos cartões de crédito Visa, o crescimento no volume de vendas foi de 20,90%, de R$ 26,53 bilhões em 2001 para R$ 32,07 bilhões em 2002.

O crescimento do volume de vendas com cartões Visa em dezembro superou a média do ano. Foi de 35,09%, atingindo R$ 5,48 bilhões, contra R$ 4,06 bilhões em dezembro de 2001. O aumento de vendas com os cartões de débito Visa Electron no último mês de 2002 foi de 67,58%, passando dos R$ 937 milhões registrados em dezembro de 2001 para R$ 1,57 bilhão. As vendas com os cartões de crédito aumentaram 25,33%, subindo de R$ 3,12 bilhões para R$ 3,91 bilhões.

O mês de dezembro de 2002 registrou outro recorde, o de maior número de transações com cartões Visa realizadas no mesmo horário. Esse pico foi atingido ao meio-dia do dia 24 de dezembro, horário em que ocorreram mais de 490 mil transações. Computadas apenas as realizadas até o dia 25, foram efetuadas 91,44 milhões de transações em dezembro de 2002, 31,72% a mais que em dezembro de 2001. O número de transações com o Visa Electron passou de 21,03 milhões para 33,05 milhões, um aumento de 57,17%. Com os cartões de crédito, o número de transações subiu de 48,39 milhões para 58,38 milhões, um crescimento de 20,66%.

Em todo o ano de 2002, foram realizadas 789,91 milhões de transações com cartões Visa no Brasil, 28,04% a mais do que as 616,91 milhões de transações verificadas em 2001. Também em outros países a empresa vem mostrando números acentuados de crescimento. A Visa International, Região América Latina e Caribe, informou que o número de transações com cartões de débito realizadas na área no ano financeiro encerrado em setembro de 2002 mostrou um crescimento de 66%, chegando a 339 milhões de transações. O volume de vendas com cartões de débito cresceu 43%, chegando a US$ 8,6 bilhões.