Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

VR usa ecossistema de dados para melhorar experiência do cliente

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Renato Teixeira, diretor-executivo da VR

Processo de avaliação de crédito, que antes durava quatro horas, está 80% automatizado e fornece resposta imediata

Após passar por um intenso processo de digitalização nos últimos três anos, a VR anunciou uma série de resultados advindos do investimento em um plano de dados e analytics. Projeto que pretende ser uma das principais alavancas de negócio da companhia nos próximos cinco anos. “Cada vez mais direcionada a dados, a empresa quer oferecer a melhor experiência aos clientes”, assegurou Renato Teixeira, diretor-executivo da VR.

Para colocar a mudança em prática, a companhia estudou as jornadas dos clientes – empresas, estabelecimentos comerciais e trabalhadores – e, a partir daí, criou cenários onde o uso intensivo de dados poderia alavancar resultados para a empresa e melhorar a vida dos clientes. De acordo com o executivo, “a VR avaliou sua capacidade tecnológica, mapeou as necessidades e pontos de melhoria, traçou um plano de reestruturação do time de cientistas de dados e transformou a governança de dados para atender todos os pontos de atenção. Neste último semestre, a empresa manteve o time de cientistas de dados mais próximo às áreas de negócios, criando um núcleo de excelência central que trabalha em uma dinâmica descentralizada, com uma forte participação de governança”.

Resultados em série
De acordo com Teixeira, o processo de avaliação de crédito é um exemplo recente de como o uso de dados melhorou a experiência do cliente. “Como há um time de cientistas de dados focados na implementação de algoritmos de machine learning, que acompanham os resultados gerados por estes algoritmos, o processo de avaliação de crédito, que antes levava cerca de quatro horas, passou a ser automatizado em 80% e hoje fornece resposta imediata para o cliente. Os 20% restantes, que englobam análises mais profundas, tiveram tempo de resposta reduzido para uma hora”.

Outro exemplo de como o ecossistema de dados está facilitando a vida dos clientes está relacionado à precificação dinâmica, que agiliza as negociações de propostas solicitadas. A VR aumentou em 10% a margem das negociações, trazendo assim mais agilidade na resposta e no retorno aos clientes.

Com este modelo de atuação, a empresa notou que as análises avançadas ganharam mais velocidade de implementação e obteve, já nos primeiros casos de uso de dados, resultados logo no primeiro mês ao invés de seis meses, que era o prazo estimado. Com o projeto, a VR tem a expectativa de trazer 5x mais resultados do que em 2021.

“As lideranças da empresa estão comprometidas com o plano de governança de dados, o que garante maior engajamento de todo o time e resultados animadores. Hoje 1,5% da nossa receita é proveniente de modelo de dados e estamos apenas no início dessa jornada. Consideramos que dados e automação estão entre os principais pilares de atuação em tecnologia e vamos evoluir a nova plataforma de dados para centralizar todas as informações da VR em um data lake e explorar cada vez mais a capacidade de big data da VR”, concluiu o diretor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima