XPLAN cria soluções compatíveis com a Linux

0
1

A XPLAN Tecnologia, empresa nacional de software e serviços especializada em soluções de Supply Chain Intelligence (SCI), desenvolveu tecnologia compatível com os sistemas livres mais utilizados no mercado. Seus produtos podem ser implementados em perfeita harmonia com o Linux (sistema operacional), JBoss (servidor de aplicações) e o PostgreSQL (banco de dados). “Isso pode reduzir em até 35% o custo de implantação de um projeto de Supply Chain. Hoje, um banco de dados pode custar US$ 20 mil, um servidor de aplicações US$ 10 mil e um sistema operacional mais US$ 3 mil”, afirma Marcelo Pattacini Martins, gerente de desenvolvimento da XPLAN Tecnologia.

Segundo o executivo, a utilização da arquitetura J2EE, da Sun, no desenvolvimento das soluções da XPLAN Tecnologia é que permite a portabilidade do sistema para vários sistemas operacionais, servidores de aplicação e de banco de dados. “Hoje, nós temos grandes clientes, como a Dimed (distribuidora de medicamentos e perfumaria) e a Angeloni (rede de hipermercados), que rodam suas aplicações em Linux, que já é um sistema operacional consolidado. A utilização de novas opções de servidores de aplicações e banco de dados estão num ritmo de crescimento veloz e logo devem atingir níveis de aplicação semelhantes aos do Linux. Uma questão cultural na área de TI que está se consolidando”.

Para Martins, não há como negar que a maior vantagem disso tudo é a diminuição de custos na hora da implantação de projetos. “Abre-se a chance de mais empresas adotarem ferramentas de administração e gerenciamento de seus negócios e, com isso, a condição de crescimento destas companhias, também aumenta muito”.

A funcionalidade

O desenvolvimento do JBoss começou em março de 1999. Nascido como um simples container EJB, ao longo dos anos, evoluiu para ser um servidor de aplicações Java completo, que hoje está bastante maduro. Ele é desenvolvido por uma comunidade open source sob a licença LGPL e está se tornando um sério concorrente aos servidores de aplicação comercial.

Os servidores de aplicação permitem o desenvolvimento de aplicações distribuídas multi-camadas, agindo como a interface entre os clientes e as bases de dados e os sistemas de informação corporativos (ERPs, sistema legado, etc.).

O banco de dados PostgreSQL nasceu na Universidade de Berkeley, nos anos 80, como um projeto acadêmico, sendo um projeto mantido pela comunidade open source. A coordenação do desenvolvimento do PostgreSQL é executada pelo Global Development Group, que é formado por um amplo grupo de desenvolvedores ao redor do mundo, o que faz o PostgreSQL ter uma constante evolução no que se refere à correção de bugs e implementação de novas funcionalidades.

Com o departamento de TI das empresas cada vez mais olhando para o retorno sobre os investimentos feitos, cresce o número de empresas que escolhem este banco de dados como a melhor alternativa para as suas necessidades. A utilização da dupla PostgreSQL + Linux nas empresas vem crescendo rapidamente. Também é possível utilizar o PostgreSQL no ambiente MS Windows, mas como ele não foi portado nativamente para este sistema operacional, seu desempenho no Linux é sensivelmente maior e mais estável do que no Windows.