Yavox e TellVox se unem à MMA

0
2



A Yavox Latin America, integradora de soluções para o mercado de transmissão de dados e tecnologia wireless, e a TellVox, empresa de entretenimento para telefonia móvel, acabam de se associar à MMA (Mobile Marketing Association), entidade global que visa estimular o crescimento do mobile marketing e suas tecnologias associadas.


A participação de empresas brasileiras acontece num momento peculiar. Desde 2006, o País vive a internacionalização dos negócios de SVA – Serviços de Valor Adicionado -, com a entrada de pelo menos 15 empresas estrangeiras. Segundo o presidente da Yavox Latin America, Andreas Blazoudakis, não há como impedir esse movimento, sendo necessário competir em pé de igualdade; ter acesso a estudos, pesquisas, condutas adotadas mundialmente e trazer as melhores práticas. “A MMA provê esse benchmarking altamente qualificado. Ora, a interatividade não pode ter fronteiras e o nosso país não pode ser a exceção”, comenta.


A MMA desenvolveu códigos de conduta e direcionamentos para encorajar a adoção dos canais móveis como ferramenta de marketing bem como proteger a privacidade e a experiência de utilização do consumidor. A MMA pretende lançar linhas diretivas mundiais que serão, então, regionalizadas e ou nacionalizadas de acordo com as necessidades.


O diretor de negócios da TellVox, Terence Reis, salienta algumas vantagens de se associar à MMA como o alinhamento aos direcionamentos mundiais, informações geradas por grupos de estudo com discussões aprofundadas, o tamanho e a diversidade da instituição permitem antecipar problemas e agir de forma pró-ativa e não reativa. “A MMA é uma ferramenta importante para prover acesso a pesquisas qualificadas e, em relação ao Brasil, eles estão mais adiantados; já identificaram problemas e desvios de conduta que ainda não aconteceram, aqui”, acrescenta Reis.


Laura Marriott, Presidente da Mobile Marketing Association, explica que o principal diferencial da associação é a diversidade de seus membros. Reúne carriers de soluções moveis; agências de marketing; fabricantes de terminais móveis; integradores e provedores de serviço; agências de propaganda de todo o mundo, que trabalham em colaboração para construir um consenso democrático em torno do dinamismo desse mercado. “As companhias, membros da MMA no Brasil, serão beneficiadas não somente com a organização local, mas também com a maior experiência regional e global da associação, na medida que esta trabalha para desenvolver pesquisas mundiais e iniciativas”, afirma Laura.