A chave dos bons resultados

0
1




Ele lida com todo o tipo de público, tem metas e objetivos a serem cumpridos diariamente, além de recuperar o crédito e trazer o cliente de volta ao mercado de consumo. Esses são alguns dos desafios na vida profissional de operações de cobrança. Com esse cenário, cada vez mais o mercado vem se dando conta da importância do reconhecimento e incentivo dele, além do desenvolvimento de um plano de carreira. O supervisor da Cobrapar, Fernando Nascimento, afirma que em muitas empresas o funcionário é considerado apenas como um número, mas, segundo ele, isto não convém à realidade, uma vez que é de extrema relevância os bons resultados que esse profissional gera para a empresa. “Sua atuação é de suma importância para a recuperação de crédito, onde há em sua rotina o tratamento de pessoas com pessoas, tendo um grupo de suporte disponível para qualquer auxílio necessário, uma equipe envolta em um processo de resultados buscando metas internas e externas a serem atingidas”, conta. 



Para dar assistência ao funcionário na operação de cobrança, várias áreas da empresa devem estar juntas, como gerentes, coordenadores, supervisores, líder de equipe, back office e monitores de qualidade, segundo Gustavo Roberto Antunes, diretor executivo da Liderança Cobranças. “Cada um deve se colocar à disposição para acompanhamento e desenvolvimento do profissional de cobrança tanto para a reciclagem e aprimoramento de negociações, como também na abordagem de negociações”, afirma. Segundo Arnaldo Angeramis Filho, diretor de operações da Rennov, é importante também que haja um bom relacionamento no ambiente corporativo que possa unir mais os colaboradores.  “No nosso caso, adotamos a gestão participativa. Assim o colaborador passa a ter um compromisso maior com a organização, o que faz com que tenha muitas expectativas com relação ao seu próprio desempenho, envolvendo suas motivações, seu profissionalismo e sua contribuição para o êxito da empresa”, conta.



Para Marina Marson, gerente de relacionamento da NovaQuest, a empresa deve visar o bom desenvolvimento das estratégias, desde a perspectiva do aprendizado à perspectiva financeira. Segundo ela, a valorização do funcionário inicia-se quando a empresa faz uma capacitação específica, e programas de crescimento profissional, identificando perfis na operação para atuar em cargos estratégicos. “Com base nos controles gerenciais é feito periodicamente avaliações de desempenho e feedbacks individuais para alinhamento dos pontos de melhorias, sendo que os profissionais em destaque são recompensados pelo desempenho”, conclui. 





E em sua opinião, o que as empresas devem fazer para valorizar o profissional de recuperação de crédito? Deixe a sua opinião na enquete do Portal Crédito e Cobrança.






Leia as matérias exclusivas do especial do Portal Crédito e Cobrança:





Profissionais da área de cobrança ainda sofrem desvalorização pelos clientes








Profissional motivado cumpre melhor sua função, gerando mais resultados positivos








Os bons profissionais de cobranças merecem receber mais valorização, segundo diretor







Diretor afirma que relacionamento no ambiente corporativo, com metas diárias, é o maior desafio

 





Boa relação entre empresa e funcionário é importante para efetivação do processo de cobrança