Crescem financiamentos às empresas

0
10
A Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista alcançou, entre janeiro e maio deste ano, desembolso 48% superior ao efetuado no mesmo período do ano passado, apesar das perspectivas negativas da economia. Do total de R$ 204,9 milhões financiados no ano, 59% foram para o setor de serviços, que teve a maior participação, seguido pela indústria, com 32%, e prefeituras, com 6% do total. O agronegócio e o setor do comércio ficaram com 2% e 1%, respectivamente.
“A grande parte dos desembolsos realizados nestes primeiros cinco meses de 2014 é resultado de políticas de desenvolvimento do Governo do Estado, como a linha de financiamento para projetos relacionados à Copa do Mundo da FIFA, e a linha de crédito para a reestruturação financeira das Santas Casas paulistas”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.
Apesar do crescimento geral, os financiamentos para o investimento em formação bruta de capital fixo, representado pela indústria, caíram 16% em relação ao ano passado. Segundo o executivo, a piora reflete o desânimo da economia e a perspectiva de crescimento baixo do Produto Interno Bruto, apontado pelas projeções do último boletim Focus, do Banco Central, em apenas 1,24% para 2014. “As empresas ainda estão com medo de investir em ampliações e expansões. A economia não dá bons sinais para os próximos meses e isso afasta o empresário do crédito para o crescimento”, diz Santos.
Segundo o levantamento da instituição, os financiamentos para as pequenas empresas (aquelas que faturam entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões anuais) quase dobraram no período e chegaram a R$ 55,5 milhões em 2014. Já as médias (com faturamento entre R$ 3,6 e R$ 90 milhões anuais), foram responsáveis por 67% do total desembolsado, alcançando R$ 128,4 milhões. As grandes representam 4% do total desembolsado, com R$ 8,5 milhões financiados.