Dívidas com cheque crescem 13,88% em abril

0
2



O nível de inadimplência dos brasileiros apresentou alta de 13,88% na comparação entre abril de 2012 e abril de 2011, de acordo com a pesquisa mensal da Telecheque. Do valor total dos cheques transacionados no quarto mês deste ano, 3,2% eram inadimplentes, enquanto no mesmo mês do ano passado, o percentual era de 2,81%. A falta de fundos continua sendo a principal causa dos valores em cheques não liquidados em abril (77,1%), seguida por sustados (8,1%), roubados/furtados (3,7%), fraudados (2,1%) e outros (9%).

 

Houve uma mudança no ranking das regiões que apresentaram o maior aumento da inadimplência. O Sul subiu da terceira posição na pesquisa de março, para a primeira posição no mês de abril. Na comparação entre abril 2012 e abril 2011, a região apresentou um crescimento de 29,15%. Na sequência, o Sudeste aparece com 16,92%, seguido pelo Nordeste com 14,36%. As regiões Centro-Oeste e Norte apresentaram redução na inadimplência, com quedas de 11,76% (partindo de 2,89% em 2011, para 2,55% em abril de 2012) e 5,35% (de 3,74% para 3,54%), respectivamente.

 

Em contínuo crescimento, o valor médio dos cheques utilizados nas compras em abril subiu 18,15%, passando de R$ 273,49 (2011) para R$ 323,14 (2012). Isso vem confirmando o viés de alta no ticket médio das compras feitas com cheque e que é influenciado, entre outros fatores, pelo aumento do poder de compra dos brasileiros.