Clique no banner e vote na fera que te representa!
Clique no banner e vote na fera que te representa!

O canal para quem respira cliente.

Economizar para não piorar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Houve queda de 0,5% na procura das empresas por crédito em junho/15 na comparação com maio/15, conforme apurou o Indicador Serasa Experian de demanda das empresas por crédito. Já com relação a junho do ano passado, houve aumento de 1,9% na procura das empresas por crédito. No acumulado do primeiro semestre de 2015, a busca das empresas por crédito avançou 3,8% frente ao primeiro semestre do ano passado.
De acordo com os economistas da Serasa Experian, a retração da demanda das empresas por crédito em junho/15, a terceira queda mensal consecutiva, é mais um sinal que aponta para a queda da atividade econômica no segundo trimestre deste ano, consolidando um quadro recessivo para a economia brasileira. Juros em constante elevação e queda dos níveis de confiança empresariais são alguns dos fatores que explicam a fraca procura por crédito pelas empresas nestes últimos meses.
A maior queda na demanda das empresas por crédito em junho/15 ocorreu nas médias empresas: 1,6% perante maio/15. Nas micro e pequenas empresas, bem como nas grandes, os recuos mensais em junho/15 foram de idênticos: 0,5% frente a maio/15.
Já no acumulado do primeiro semestre de 2015, a elevação da busca por crédito ocorreu apenas nas micro e pequenas empresas, com alta de 5,2%. Nas médias empresas o recuo interanual nos primeiros seis meses do ano foi de 16,6% ao passo que nas grandes empresas a queda foi de 10,9%.
Dois setores econômicos registraram diminuição na demanda por crédito em junho/15: indústria com queda de 2,3% e o comércio com retração de 0,7%. A procura por crédito das empresas de serviços ficou estagnada em junho/15 na comparação com maio/15.Em relação aos primeiros seis meses do ano passado, o setor de serviços exibiu a maior elevação na demanda por crédito: 5,5% frente ao mesmo período do ano passado. No setor comercial a alta foi de 4,7%, ao passo que na indústria houve retração interanual de 6,1% na demanda empresarial por crédito no primeiros semestre de 2015.
A retração da procura das empresas por crédito em junho/15 se concentrou no Nordeste: queda de 2,6% perante maio/15. Nas demais regiões, o resultado de junho/15 foi positivo em relação a maio/15: altas de 1,6% no Centro-Oeste; 1,4% no Norte; 1,1% no Sul e 0,8% no Sudeste.
Na relação interanual, o crescimento da procura por crédito no primeiro semestre de 2015 foi maior na região Norte, a qual exibiu elevação de 6,0% perante o acumulado de janeiro a junho de 2014. No Sul a alta foi de 4,5%, no Centro-Oeste foi de 2,3%, no Nordeste de 1,1% e, por fim, de 0,9% na região Sudeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima