Clique no banner e vote na fera que te representa!
Clique no banner e vote na fera que te representa!

O canal para quem respira cliente.

Fitch sobe classificação do Sicredi

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
A agência de classificação de risco de crédito, Fitch, elevou os ratings nacionais do Banco Cooperativo Sicredi de ‘A(bra)’ para ‘AA+(bra)’, perspectiva Estável e o de Curto Prazo de ‘F1(bra)’ para ‘F1+(bra)’. O aumento dos ratings nacionais do Banco Cooperativo Sicredi reflete o fato de a Fitch ter começado a utilizar, na avaliação de seus ratings, o balanço combinado do Sistema Sicredi, conforme a metodologia da agência. Os ratings refletem a alta escala de negócios, forte geração de receitas e alto volume de depósitos. Além disso, eles também incorporam a boa lucratividade, alta liquidez, baixa alavancagem e os fortes controles de riscos, assim como a adequada qualidade de ativos.
“A elevação dos ratings nacionais do Banco Cooperativo Sicredi, por meio da análise do balanço combinado, reitera o porte do Sistema Sicredi. Trata-se de um modelo completo, no qual uma estrutura apoia a outra, exercendo funções específicas para promover o crescimento do Sistema e o desenvolvimento dos associados e das comunidades onde atua”, afirma Edson Georges Nassar, CEO do Banco Cooperativo, da Confederação e da Fundação Sicredi. 
“A estrutura do Sistema Sicredi é composta por estratégia, marca, políticas e controles de riscos e liquidez centralizados, padronizados e estatutários, além de sete fundos garantidores e um sistema de garantia solidária, que implica alta fungibilidade da liquidez e do capital entre os membros do grupo e, portanto, possibilita a utilização dessa abordagem, especialmente sob a presença de informações financeiras completas em bases consolidadas. O Banco Central do Brasil (Bacen) supervisiona o sistema como um grupo financeiro e as cooperativas individualmente, seguindo os mesmos procedimentos dos grupos bancários”, justificaram os analistas da Fitch na divulgação ao mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima