Mais dinheiro no bolso

0
1

A situação financeira está melhor do que há um ano para 59% das 1.173 pessoas que participaram da pesquisa realizada pela Boa Vista Serviços, durante a ação “Acertando suas Contas”. O estudo apontou também que 92,3% acreditam que a situação deve estar ainda melhor no próximo ano.
Em relação à inadimplência, o levantamento mostrou que os devedores possuem na média 2,4 contas em atraso, causadas, principalmente, pelo não pagamento de cartões de crédito (64,1% das pessoas) e/ou empréstimos pessoais (32,6%). Cheque especial aparece na sequência com 16,3%, seguidos por cheques sem fundos (15,8%) e cartão de loja, 15,3%.
Para 46,2% das pessoas entrevistadas, o que originou as dívidas não pagas foram as compras relacionados com alimentação, como por exemplo, supermercados e hipermercados. 35,2% responderam que suas dívidas são oriundas das compras de vestuário/calçados e, 18,5%, atribuíram as contas de concessionárias as responsáveis pela restrição. 
O desemprego continua sendo a causa mais apontada da inadimplência, para cerca de 50% dos casos, seguido pelo descontrole dos gastos (27,9%) e das despesas que não estavam previstas (13,3%), como por exemplo, gastos extras com saúde e educação.
Quando comparadas ao ano anterior, 38,8% dos entrevistados declararam que as dívidas aumentaram em 2011, para 36,5% diminuíram e para 24,5% continuaram iguais.
A pesquisa também revelou que 80,7% dos entrevistados acreditam que o cadastro positivo deve beneficiá-los, contra 69,2% da última pesquisa realizada em setembro, refletindo o maior conhecimento da população sobre o tema.