Menos parcelas, mais controle

0
15
Quase metade dos brasileiros (45%) não veria problema em viver sem crédito e ter de pagar tudo à vista, segundo estudo feito pelo portal Meu Bolso Feliz, iniciativa de educação financeira do SPC Brasil. Porém, 12% acreditam que só conseguem comprar tudo que precisam com a ajuda de parcelamentos e empréstimos. Além disso, 35% da população não consulta seu extrato antes de ir às compras.
Comprar à vista ou a prazo é uma dúvida bem comum, mas nem deveria ser, garante Luiza Rodrigues, economista do SPC Brasil. “Pagar algo à vista sempre vale a pena porque a pessoa não pagará juros, pode ter algum desconto e garante maior controle de seus gastos”, avalia. Por lógica, o consumidor deveria pesquisar o preço do que deseja adquirir, juntar o dinheiro necessário e negociar na hora de efetuar o pagamento no ato. Na prática, no entanto, não é isso o que acontece, já que o segundo a pesquisa, o brasileiro prefere mesmo parcelar.
Mas, junto com o desejo de compra e o alto número de produtos parcelados, vem a falta de organização financeira. O estudo ainda concluiu que grande parte dos brasileiros conta com o crédito oferecido pelo banco como parte da renda mensal, não sabem quanto tem de despesas e ainda sobrepõe parcelas de compras diversas, o que, muitas vezes, suja o nome da pessoa. A prova disso é a base de registros do SPC Brasil que apresentou um aumento de 8,60% no número de pessoas inadimplentes em abril deste ano, em relação ao mesmo período do ano anterior. A partir desse dado, o SPC Brasil e CNDL estimam que, ao fim do mesmo mês, havia cerca de 53,8 milhões de inadimplentes no Brasil.