Mulher passa na frente em inadimplência

0
9



A pesquisa semestral da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) realizada durante o mês de setembro mostra que pela primeira vez desde que a pesquisa é realizada as mulheres (52%) estão na frente dos homens (48%) em inadimplência. A maior incidência de inadimplência está na faixa de um a três salários mínimos, com 55% dos entrevistados, sendo que a faixa de 20 a 40 anos tem 70% dos inadimplentes e 69% dos entrevistados tem dois ou mais carnês em atraso.

 

Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), diz que a facilidade de tomar crédito deve ser acompanhada pela melhor administração do orçamento familiar. “Por isso as classes menos favorecidas (C/D) têm um percentual maior entre os inadimplentes”. Burti observou que essa pesquisa revela a velocidade com que as transformações econômicas e sociais vêm ocorrendo. “Isso explica o maior endividamento das mulheres. Cada dia mais elas  vem ocupando mais espaços na sociedade e dobrando suas responsabilidades ao terem que administrar, simultaneamente, o lar e o orçamento doméstico, além de responder pelos problemas inerentes à tomada de crédito”, resumiu.