O canal para quem respira cliente.

Panorama do crédito

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



O novo cenário do crédito nacional foi divulgado, nesta quinta-feira (15/06), pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Com o novo Índice Nacional SCPC de Crédito ao Consumidor a associação analisou 25 milhões de registros que envolvem diretamente 2.200 SCPCs e SPCs do território nacional. “Esse índice reflete o que está acontecendo em todo o país e não somente nos grandes centros”, ressalta Alencar Burti, presidente da ACSP.

 

Conforme os dados levantados, a procura do consumidor por crédito aumentou 0,5% em junho em relação ao mês anterior.  “Nossa preocupação era que a crise financeira se tornasse uma crise social pela falta de emprego, mas isso já está sendo superado”, afirma Roberto Macedo, vice-presidente da ACSP, ao falar dos índices de empregabilidade que estão estáveis, embora o mercado não tenha força econômica suficiente para absorver mais profissionais, mantendo o índice de desemprego instável.

 

O movimento de procura ao crédito não foi uniforme, segundo os dados da amostragem, que indicam que o Nordeste registrou crescimento de 3,5%, enquanto o Centro-oeste apresentou queda de 1,4% em junho sobre maio. No Norte houve aumento de 0,9%; no Sudeste, de 0,3%, e de 0,2% no Sul. Marcel Solimeo, economista-chefe da instituição e coordenador nacional do novo indicador, comenta que a tendência observada nos últimos meses permite esperar melhoria no desempenho do varejo e dos financiamentos, por mais que ainda apresente queda de 18,7% quando comparado a junho de 2008. “Os bancos e financeiras voltaram a operar”, comemora.

 

Solimeo comenta, ainda, que com a redução da taxa Selic a tendência é que o cenário melhore ainda mais. “A expectativa é que a taxa diminua 0,25% até o final do ano”, completa. Já para Burti, a saída indicada para alavancar o cenário econômico é começar uma cruzada para desburocratizar os processos do sistema tributário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima