Muito além das especificações técnicas

0
16



Há cinco anos no mercado de soluções para Contact Center, a DNK Infotelecom vem mantendo constante posicionamento, crescendo aproximadamente 35% ao ano, o que, na visão de Ântimo Gentile, diretor comercial da empresa, é muito positivo. “Conquistamos grandes clientes, entre empresas nacionais e multinacionais de vários segmentos”, comemora o diretor.

Dentre as principais estratégias para ampliar a visibilidade no mercado, a empresa direciona o foco para três pontos fundamentais: excelência nos produtos, agilidade no atendimento e preços justos, além de desenvolver sistema totalmente nacional. “Acreditamos que o mercado brasileiro aprendeu que é possível ter qualidade, agilidade no atendimento e condições comerciais atraentes, sem depender de soluções com suporte fora do País. Além da vantagem do custo mais baixo, nosso modelo de negócio se baseia na prestação de serviços, o que torna a operação muito mais equilibrada  para nossos clientes, possibilitando um suporte mais adequado a velocidade das operações de Contact Centers”, justifica.

 

Mas a contribuição para o mercado não se limita apenas às questões técnicas. Gentile acredita que o que realmente faz a diferença é aquilo que agrega valor ao serviço prestado – qualidade, atendimento ágil, aliado a preços justos. “Entendo que hoje em dia as soluções, em termos técnicos, não diferem muito umas das outras. Os grandes diferenciais vão além da parte técnica e abrangem a capacidade de customização dos produtos, a agilidade que a empresa consegue atender os requisitos dos clientes, desde a confecção de uma proposta, até a entrega do projeto. Já trabalhamos com soluções estrangeiras, e sabemos da dificuldade de se conseguir respostas a eventuais problemas que surgem na operação, e dependem de suporte externo. Sem contar o altíssimo custo que se paga por isso. É preciso entender que o mercado de Contact Center no Brasil é muito diferente da Europa e EUA. Literalmente, as necessidades no Brasil são para ´ontem´, e se você não apresenta um modelo que se enquadre aos processos, fica complicado”, atenta.

 

O diretor enfatiza que a DNK o cuidado que a empresa tem em considerar as solicitações de seus clientes e, preocupada com seu constante desenvolvimento está investindo na implantação de um Sistema de Gerenciamento de incidentes. “O objetivo é a implantação de um service desk para prover aos clientes um single-point-of-contact (SPOC) ou ponto único de contato (PUC), que é vital para uma comunicação efetiva, registro e administração de incidentes, buscando restaurar a operação normal do serviço o mais rápido possível”, antecipa Gentile.