64% vão às redes sociais para procurar imóveis

Um detalhe na pesquisa abaixo me chamou a atenção: o percentual de utilização das redes diminui à medida em que aumenta a renda familiar. Será apenas nesse item, busca de imóveis? Ou estamos ligeiramente enganados quando falamos que as redes são utilizadas principalmente pelas classes A/B? A conferir.

Adnews: 

Uma pesquisa realizada pela Lopes, empresa de intermediação e consultória imobiliárias, revelou que 64% das pessoas que estão à procura de um imóvel utilizam as redes sociais. O estudo levou em conta as respostas de 1.193 entrevistados e mostrou uma relação direta de aumento entre o público mais jovem.

Apenas 31% dos usuários entre 50 a 74 anos usam as redes sociais quando pensam em buscar a moradia. Já o público de 18 a 34 anos, a chamada “geração Y”, tem um índice de uso de 72%. Para os categorizados como geração X, isto é, usuários entre 35 e 49 anos, 55% fazem o uso dessas plataformas.
 
A pesquisa também mostrou que há relação inversamente proporcional entre o uso de redes sociais e os aspectos demográficas. Entre os clientes com renda familiar mensal até R$ 6,9 mil,  71% são usuários de mídias sociais, relação que diminuiu em famílias com renda a partir de R$ 30 mil, em que somente 27% utilizam as ferramentas online.