Coca-Cola: 5 lições de sua nova estratégia de marketing de conteúdo

Por Jeff Bullas

A Coca Cola faz parte da cultura popular há mais de 100 anos e é chamada de uma “Vision Brand“.

Seu marketing e sua comunicação obedecem a propósitos e conecta-se com sua audiência de uma forma que a destaca de seus concorrentes.

Sua missão não tem a ver com a venda de produtos e sim criar uma significativa mudança positive no mundo de forma a torná-lo um lugar melhor.

   Declaração de missão da Coca Cola

        • Refrescar o mundo
        • Inspirar momento de otimismo e felicidade
        • Criar valor e fazer a diferença

Recentemente, eles perceberam que a sua estratégia de marketing que funcionou bem por décadas precisava evoluir e por isso estão mudando de “Criatividade Excelente” para “Conteúdo Excelente”

Creatividade excelente esteve sempre no coração da publicidade da Coca Cola e eles decidiram que agora é o conteúdo a chave do marketing no Século 21, basesado em uma web social.

O conteúdo para a Coca Cola é agora a “Matéria” e a “Substância” do “Brand Engagement”

O que podemos aprender com a nova estratégia de marketing da Coca Cola?

Lição 1: Crie “Conteúdo Líquido”

O propósito do “conteúdo excelente” é criar “Ideias” tão contagiosas que elas não podem ser controladas é que é chamado chamado de Conteúdo Líquido (“liquid content”).

Em uma web social, as pessoas podem facilmente compartilhar ideias, videos e fotos através de redes sociais como o Facebook.

Dessa forma, deve-se criar conteúdo que pede para ser compartilhado, seja uma imagem, um video ou um artigo.

Lição 2: Garanta que seu Conteúdo está Linkado

A próxima parte da equação é assegurar que essas ideias criem conteúdo que é inatamente relevante para

  • Os objetivos de negócio de sua empresa
  • A marca
  • Os interesses de seus consumidores

Isso é conteúdo “Linkado” .. Conteúdo que é relevante e conectado com as metas da empresa e com a marca.

Garanta que o conteúdo communique uma mensagem congruente com sua missão e seus valores.

Lição 3: Crie Conversações

A Coca Cola percebeu que o consumidor cria mais histórias e ideias do que ela própria. Assim, a meta é provocar conversações e então “Agir” e “Reagir” àquelas conversações os 365 dias do ano.

As novas “Tecnologias de Distribuição” do Twitter, do YouTube e do Facebook oferecem maior conectividade e “empowerment” do consumidor mais do que antes.

Não publique apenas, mas interaja com sua audiência e as tribos.

Lição 4: Utilize “Dynamic Story Telling”

Nas mídias tradicionais do passado, contar histórias era uma atividade estática e emu ma só direção. TV e jornais gritavam com você sem lhe dar meios de interação.

A Coca Cola percebeu que para fazer com que seu negócio cresça na web social era preciso mudar do “Story Telling de via única” para o “Dynamic Story Telling

Isso signfica que você precisa permitir que a história evolua enquanto você interage e conversa com seus consumidores. Você precisa converser com seus consumidores através muitos formatos de mídia e redes sociais.

Contar histórias, “storytelling”, mudou de estático e síncrono para multifacetado, engajado e reproduzível.

Lição 5: Seja Corajoso e Criativo com sua Criação de Conteúdo

Parte da nova estratégia de conteúdo da Coca Cola é aplicar um princípio de investimento 70/20/10 para criar “Liquid content“.

  • 70% do seu conteúdo deve ser de baixo risco. O marketing pão, pão, queijo, queijo, paga o aluguel (deve ser fácil de fazer e consome apenas 50% do seu tempo)
  • 20% do seu conteúdo deve inovar em cima do que funciona
  • 10% do seu conteúdo de marketing é composto de ideias de alto risco que amanhã sera parte do 70% ou do 20%.. Mas esteja preparado para falhar!

Isso oferece um guia para você deixar de apenas desenvolver “white papers” e tentar conteúdo que é mais visual, corajoso e envolvente em um mundo que abraçou a multimídia e o conteúdo interativo.

O Comercial de 30 Segundos na TV não é mais O Rei

A Coca Cola chegou à conclusão de que o mundo está abandonando o commercial de 30 segundos na TV. Assim como sua marca Old Spice e muitos outros negócios que estão abraçando as mídias sociais como parte de suas estratégias de marketing.

Precisamos mudar na direção de um modelo genuino de colaboração com o consumidor que construa buzz e adote uma abordagem mais interativa na criação do conteúdo.

Aprendendo como turbinar as conversações, agir e interagir nunca foi tão importante. Ideias dos consumidores, criatividade e conversações têm se libertado com a evolução das redes sociais, aprendendo a alavancar e a estimular aquelas conversações para aumentar a visibilidade de sua marca é agora uma parte vital do seu marketing.

E você?

Cria conversações com seu marketing? Quantas pessoas estão falando sobre suas histórias no Facebook?

Seu conteúdo é líquido, linkado e multifacetado?