Como planejar para o longo prazo em mobile (2ª. da série)

Publico agora as respostas dos especialistas à segunda questão formulada pelo siteWho´s blogging what e pela Hubspot. Se você não lembra, ei-las:

  1. O que surpreendeu você no campo das mídias sociais em 2011 e como isso afetou seu planejamento para 2012?
  2. Como fazer o melhor planejamento de longo prazo em móbile?
  3. As mídias sociais afetaram a natureza do conteúdo online?
  4. Como fazer a melhor alocação de recursos entre as maiores redes de mídias sociais?
  5. Se você voltasse a 2006, o que mudaria no desenvolvimento das mídias sociais?
  6. Quais os seus conselhos para os profissionais que trabalham com mídias sociais em relação a 2012?

Acesso à informação, por Valeria Maltoni

“A QUESTÃO PARA MIM É COMO PENSAR SOBRE A MANEIRA DAS PESSOAS ACESSAREM INFORMAÇÃO E COMPRAREM BENS E AS IMPLICAÇÕES DISSO. Há uma coleção de koans no Zen chamada o portão sem portão. Entre outras coisas, koans transcendem o dualismo. O processo tradicional de vendas é inteiramente dualístico – há um comprador e há um vendedor. Estamos testemunhando a dissolução do papel tradicional de vendas, à medida em que as recomendações comerciais evoluem e as frentes das lojas vão para onde você está, fazendo o que seja que está fazendo. Isso nos traz para a loja sem loja e a venda sem venda.”

Construa em HTML5, por Roland Smart

“MEU CONSELHO PARA OS PROFISSIONAIS DE MARKETING SERIA COMEÇAR A CONSTRUIR UMA COMPETÊNCIA EM HTML5 BASEADA EM EXPERIÊNCIAS TÃO LOGO QUANTO POSSÍVEL. Esse investimento oferecerá enormes retornos à medida em que o Facebook abre mais e mais oportunidades em mobile para marcas. Adicionalmente, haverá valor significativo em simplesmente distribuir experiências através dos canais móveis.”

Esteja pronto “para viagem”, por Heidi Cohen

“Com a penetração crescente dos smartphones, os seguintes elementos do mobile marketing representam o custo de entrada: website mobile (download rápido, preparado para executar as principais funções mobile e fácil de usar), busca mobile e email marketing (a principal atividade de um equipamento mobile). OTIMIZE PARA ESTAR PRONTO “PARA VIAGEM” COM ESTÍMULOS À AÇÃO E NÚMERO DE TELEFONE.”

Otimize o website, por Kyle Lacy

“EU PENSO QUE COMEÇA COM SEU WEBSITE. Os profissionais de marketing estão ralando para encontrar maneiras novas e excitantes de usar mobile e ignorando o website. É maluco isso! Entendemos agora que o mobile será a ferramenta para a comunicação com o consumidor. Use-o da maneira certa. Planeje para que mais consumidores o usem e busquem por seu negócio usando seus equipamentos mobile.”

Aperfeiçoe a experiência do usuário, por Maria Ogneva

“Mobile é extremamente importante para o future da entrega social e de conteúdo. As maneiras específicas pelas quais o usamos como empresas e consumidores estão evoluindo rapidamente. A CHAVE É OFERECER UMA EXPERIÊNCIA QUE EXTENDA A EXPERIÊNCIA DO SEU USUÁRIO COM SUA PARA MARCA PARA A PLATAFORMA MOBILE, aproveitando o que aquela plataforma tem a oferecer: foto, vídeo, geolocalização, redes sociais atuais. Em outras palavras, sua experiência mobile não deveria ser uma réplica de sua experiência web.”

Busca & Social, por Dave Chaffey

“Com mobile, eu sempre começo pelo nível atual de uso para uma empresa através do analytics – para me assegurar que as decisões não serão varridas pelo modismo do ‘o acesso via mobile substituirá o acesso via desktop em 2014’. Certamente que para algumas marcas de moda e publicações o acesso via mobile já foi mais de 20% em 2011. Mas para muitas outras, ainda está na casa do um dígito. A MAIOR PARTE DO USO DO MOBILE GIRARÁ EM TORNO DE BUSCA E REDES SOCIAIS, POR ISSO É IMPORTANTE O FUNCIONAMENTO LOCAL. Use as opções de busca via mobile do Google para ver que conteúdo e experiências os usuários estão buscando encontrar via equipamentos móveis. Não esqueça do email via mobile que está crescendo em importância – pense como pode linká-los através de campanhas sociais entregues localmente.”

O mobile afeta nossos hábitos, por Scott Fox

“Profissionais por trás de escrivaninhas, especialmente executives senior, precisam sair para o mundo real e ver o quão rapidamente a interação e o consumo de conteúdo está mudando por causa do mobile. POR MAIOR QUE A AUDIÊNCIA DA INTERNET VIA DESKTOP E LAPTOP TENHA SIDO NOS ÚLTIMOS ANOS, O MERCADO PARA O ACESSO MOBILE É MUITO MAIOR. O mobile está finalmente fazendo com que toda aquela gente que não trabalha em escritórios ou têm computadores de mais de 1000 dólares participem online. Cuidado!”

Mais do que check-ins & ofertas, por Janet Fouts

“O MOBILE É TÃO MAIS DO QUE CHECK-INS E OFERTAS. Mais e mais pessoas estão fazendo negócio através de seu equipamento mobile. Os profissionais de marketing têm que estar prontos para esse desafio. Pense em conteúdo de qualidade em pequenos bocados.”

Foco na usabilidade, por Brian Honigman

“MANTENHA O FOCO NA USABILIDADE QUANDO SE TRATAR DE WEB MOBILE. Tablets, smartphones e outros equipamentos mobile têm telas muito menores do que um monitor, logo qualquer plataforma social ou website precisa adaptar-se a essa mudança na interface. Com isso em mente, os profissionais de marketing precisam utilizar os aspectos sociais da web mobile que são fáceis para as pessoas usarem e terem a habilidade de compartilhar em uma escala de mais longo alcance. O Instagr.am é um exemplo do tipo de inovação social na web mobile que é um sistema amigável e ao mesmo tempo escalável. Muitos novos serviços no espaço mobile continuarão a pipocar, fique com aqueles que têm o usuário em mente.”

Continua.