Facebook quer que você troque seu smartphone por óculos Ray-Ban

O Orion é um projeto prioritário para Mark Zuckerberg
O Facebook está entrando no mercado de smartphones com sua versão de óculos de realidade aumentada — e acha que eles serão bons o suficiente para substituir os smartphones. A empresa fez uma parceria com a Luxottica, controladora da Ray-Ban, para desenvolver um par de óculos que substituirá permanentemente os smartphones. Os óculos, conhecidos internamente como Orion, seriam capazes de atender telefonemas, mostrar informações através de uma pequena tela nos quadros e permitir que as pessoas transmitissem ao vivo o que veem para os seguidores das mídias sociais. Os óculos também incluem um assistente de voz de IA e um dispositivo de toque, embora não esteja totalmente claro como isso funcionaria. O nome do código interno para o dispositivo de toque é Agios. Esses óculos de alta tecnologia devem chegar ao mercado entre 2023 e 2025. Citando uma fonte anônima familiarizada com o projeto, a CNN disse que o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, quer priorizar a conclusão dos óculos Orion. Fonte: Digital Trends
Amazon planeja rápido crescimento da sua rede de armários de entrega

A Amazon pretende aumentar agressivamente sua rede Amazon Hub Locker, estudando a viabilidade de instalar 1.000 novos locais por mês, disse uma fonte. Atualmente, a gigante do comércio eletrônico possui menos de 10.000 armários de autoatendimento laranja instalados em lojas de conveniência, universidades, lobbies de hotéis e supermercados. Agora, ela planeja instalar muito mais, na esperança de que os armários acelerem as remessas do Prime e reforce sua rede de logística. O momento é chave uma vez que a empresa não está renovando os contratos com a FedEx. Fonte: CNET
Content marketing: como maximizar o ROI de anúncios digitais
Maximizar o retorno do investimento é o nome do jogo para profissionais de marketing digital, embora possa variar de acordo com o setor, critérios de segmentação, plataforma, temporada, orçamento e criatividade. Segundo Carrie Dagenhard, estrategista de conteúdo, Na maioria dos casos, não se trata de determinar qual canal funciona melhor, mas sim, qual mix de canais produz os maiores retornos. As 3 perguntas principais são: Onde meu público gasta seu tempo?  Qual é o melhor método para enviar esta mensagem? E o que você está tentando realizar com sua campanha? Atingir o ROI desejado com anúncios digitais nem sempre é tão simples ou fácil quanto os principais executivos podem pensar (ou esperar). Requer muitos testes, ajustes e otimização. E embora se tenha muitos dados para ajudar a orientar suas decisões, ainda leva tempo e um pouco de tentativa e erro para identificar os canais de distribuição certos para sua marca. Ao reconhecer o que afeta o ROI e avaliar seu público, mensagem e objetivos, é mais provável que você obtenha os melhores retornos possíveis e atinja suas metas. Fonte: ContentStandard