Ibope aponta agências que mais compraram mídia

MM Online:

Estão sendo feitos os últimos cálculos antes de o Ibope Monitor divulgar, nos próximos dias, os seus rankings oficiais relativos ao investimento publicitário na mídia brasileira em 2010. Pelos cálculos preliminares do instituto, houve alta de 19% na comparação com 2009, um ótimo resultado que supera os crescimentos registrados nos anos anteriores: 7% em 2009 e 12% em 2008.

Os principais destaques entre as agências que figuram nos 20 primeiros lugares e cresceram bem acima da média são Euro RSCG, Z+, Artplan e WMcCann. Com avanço de 71,4%, a Euro havia terminado 2009 em 14º lugar na lista do Ibope Monitor, agora aparece em 5º no consolidado de 2010. A Z+, impulsionada pelo maior investimento de Hyndai Caoa, avançou 58,1%, subindo do 13º posto para o 8º. Já a carioca Artplan cresceu 53,6%, passando da 24ª colocação para a 18ª, também pelo fato de seus números incluírem os da Mohallem/Artplan, sua agência paulistana.

A nova 4ª colocada é a WMcCann, que cresceu 47,2%, comprovando o acerto da união da McCann Erickson com a W/, efetivado no início do ano passado. No ranking de 2009, elas ocupavam, respectivamente, o 11º e o 43º lugares. Um caso já clássico de 1 + 1 que deu bem mais que dois.

Da 20ª a 30ª, vale ressaltar os desempenhos da QG Propaganda, com alta de 92,2%, na 27ª posição; da Multi Solution, com crescimento de 54,5%, que aparece em 23º lugar, impulsionada por seu principal cliente, a Cervejaria Petrópolis; e da PA Publicidade, house do Grupo Pão de Açúcar, que avançou 46,8%.

Os números consideram oito meios: TV aberta (37 mercados), revista, jornal, rádio, outdoor, TV por assinatura, cinema e internet. Os rankings não levam em conta os descontos normalmente negociados entre as partes – que chegam, em alguns casos, a 70%  -, computando os valores expressos nas tabelas dos veículos. O instituto tem por critério valorar todo e qualquer espaço ocupado, seja ele gratuito ou não. Por este motivo, os valores expressos estão muito acima da realidade. Entretanto, como o critério é o mesmo há muitos anos, e vale para todas as agências, o ranking do Ibope Monitor serve como comparativo dos desempenhos das agências de um ano para outro.

Confira, a seguir, a lista das 50 maiores compradoras de mídia do Brasil em 2010, com os valores de investimentos (em R$) reportados pelo ranking do Ibope Monitor e, entre parênteses, a variação percentual na comparação com o ano anterior:

1ª Y&R – 5.137.056.000 (5,7%)

2ª JWT – 2.089.935.000 (35%)

3ª AlmapBBDO – 2.082.088.000 (14,1%)

4ª WMcCann – 1.953.063.000 (47,2 %)

5ª Euro RSCG – 1.707.892.000 (71,4%)

6ª BorghiErh/Lowe – 1.699.562.000 (14,4%)

7ª Africa – 1.678.789.000 (29,5%)

8ª Z+ – 1.656.076.000 (58,1%)

9ª NeogamaBBH – 1.590.408.000 (17%)

10ª DM9DDB – 1.581.263.000 (12%)

11ª Ogilvy – 1.578.755.000 (2,9%)

12ª F/Nazca S&S – 1.420.567.000 (30,8%)

13ª Giovanni+DraftFCB – 1.188.568.000 (6,5%)

14ª Fischer+Fala – 1.182.523.000 (2,7%)

15ª Leo Burnett – 1.175.600.000 (18,7%)

16ª PPR (NBS, Quê e Prole) – 1.042.911.000 (23,9%)

17ª Talent – 982.624.000 (12,8%)

18ª Artplan – 913.648.000 (53,6%)

19ª Loducca – 879.317.000 (0,6%)

20ª Publicis – 823.168.000 (21,9)

21ª 141 Soho Square – 808.429.000 (9,7%)

22ª Lew’Lara\TBWA – 801.343.000 (4,2%)

23ª Multi Solution – 786.315.000 (54,5%)

24ª DPZ – 752.441.000 (12,5%)

25ª PA Publicidade – 645.120.000 (46,8%)

26ª MF5 – 569.941.000 (*)

27ª QG Propaganda – 540.387.000 (92,2%)

28ª Propeg – 537.571.000 (14,5%)

29ª My Propaganda – 525.868.000 (22,6%)

30ª Taterka – 511.384.000 (43,3%)
31ª Salles Chemistri – 472.505.000 (19,7%)
32ª Age – 468.360.000 (14,6%)

33ª NovaS/B – 464.439.000 (20,3%)

34ª Moma Propaganda – 431.184.000 (9,4%)

35ª Grey Brasil – 409.273.000 (62,7%)

36ª LongPlay – 380.740.000 (68%)

37ª Eugenio – 369.702.000 (9,2%)

38ª FullPack – 365.398.000 (22%)

39ª Pro Brasil – 329.423.000 (5,8%)

40ª Master – 322.113.000 (3%)

41ª P&M – 285.070.000 (16,4%)

42ª Lua Branca – 269.952.000 (-14,5%)

43ª Agnelo Pacheco – 260.502.000 (-18,1%)

44ª Dentsu – 252.786.000 (23,8%)

45ª GP7 – 248.102.000 (5,4%)

46ª DCS – 239.828.000 (**)

47ª Cheil – 235.346.000 (**)

48ª We Comunicação – 228.989.000 (**)

49ª Heads – 196.877.000 (**)

50ª Santa Clara – 196.346.000 (**)

Fonte: Ibope Monitor. Para o cálculo da variação de 2009 para 2010 foram considerados como valor de 2009 da WMCann, a soma de McCann Erickson e W/; como valor de 2009 da Loducca, a soma de Loducca e MPM. O valor de 2010 da Artplan inclui o da Mohallem/Artplan.
(*) A MF 5 é a agência da Liderança Capitalização, entre outros clientes, que não aparecia entre as 50 primeiras em 2009.
(**) Agências que não apareciam entre as 50 primeiras em 2009.