Mídias sociais: previsões para 2012 (última parte – convergências!)

Para finalizar as previsões dos especialistas em mídias sociais sobre como essa disciplina evoluirá neste ano que começa, ouvidos pelo site Social Media Examiner, vamos às 10 últimas previsões. O tema principal dessas últimas é a convergência – social/móvel, social/email, social/tradicional…Vale a pena conferir.

#21: Convergência entre social e móvel (mas talvez não o que você está pensando)

“Não interessa se você olhar para isso como mídias sociais indo para o celular, ou aplicativos de celular indo para as mídias sociais, pode apostar que 2012 verá muito mais atividades sociais em equipamentos móveis. No entanto, embora os experimentadores continuem a forçar a porta com campanhas sociais-móveis inovadoras, eu não estou prevendo que no próximo ano veremos Foursquare ganhar o centro do palco ou que haja adoção em massa do QR codes. Em vez disso, o que você verá é que uma quantidade significativa de atividade online que os consumidores realizavam antes através de um computador e um browser tradicional passará a ser feita através de um smartfone ou um tablet. Algumas dessas atividades migrarão de browser para aplicações nativas, mas muito será feito através de um browser de celular. Isso significa que antes de se preocupar com a novidade da novidade, as empresas precisam pensar sobre como as suas ações de marketing principais vão se comportar na tela de um celular. Precisa ser tão fácil acessar conteúdo em um equipamento móvel como agir sobre esse conteúdo de uma maneira social – isto é, “curtir”, compartilhar, etc. Em 2012, os melhores profissionais pensarão primeiro em otimizar seus ativos atuais para equipamentos moveis e só depois sobre atributos únicos da experiência móvel, tais como geolocalização, e assim poder trazê-los para sua estratégia de marketing geral.

Ben Pickering é o CEO de Strutta.

#22: Profissionais de marketing abraçarão o mobile

“A Gartner predisse que no final de 2012, a forma número 1 dos consumidores interagirem com a Internet sera via seus smartphones e tablets. Dado isso, é importante para os profissionais de marketing de todas as cores abraçar o mobile. Por intimidador que pareça, o mobile é na verdade muito simples de executar. De fato, há vários artigos no Social Media Examiner que desmistificam o mobile e facilitam seu uso para pequenas e médias empresas. Confiram aqui! Há muitas dicas sobre como integrar mídias sociais em seu programa de mobile marketing.”

Jamie Turner é fundador do 60 Second Marketer e coautor de Go Mobile.

#23: Email e social pedirão trégua

“Profissionais inteligentes entendem que social e email marketing não são mutuamente exclusivos. À medida em que email torna-se mais social e social aperfeiçoa sua capacidade de gerar leads, as plataformas complementarão uma à outra para esforços de comunicação e de construção de listas mais inteligentes e mais focados.”

Jason Miller é gerente de social media & content na Marketo.

#24: As empresas se apaixonarão pelo email marketing de novo

“A rápida adoção do Google+ tanto pelos usuários como como uma mudança de infraestrutura para o Google destaca um problema do marketing via mídias sociais: fragmentação. É importante interagir com consumidores onde eles estão, por isso usar um crescimento número de ferramentas é bom. Mas prevejo que, em 2012, os melhores profissionais se apaixonarão de novo pelo email. As taxas de resposta do email tendem a ser maior do que a maioria das outras ferramentas de mídias sociais. E email é bem “low-tech,” o que permite aos homens de negócio atingir mais de suas base de consumidores. Por isso, eu penso que haverá uma nova onda de posts em blogs e ferramentas ajudando as pesos a aumentar suas listas de email.”

Marc Pitman é autor e palestrante, voltado principalmente para levantamento de fundos.

#25: Marketing tradicional e mídias sociais se entrelaçam

“2012 será o ano do bumerangue. Marqueteiros de todos os tipos retornarão ao pensamento classic de marketing. Elas não abandonarão as mídias sociais, o mobile e coisas assim, mas exigirão que aqueles esforços sejam inteligentemente entrelaçados com seus esforços offline/tradicionais atuais. Essa exigência de integração liderará o crescimento de mídias sociais entregues por empresas orientadas a marketing às custas dos gurus independentes com pouca ou nenhuma experiência de marketing.”

Tom Martin é fundador de Converse Digital.

#26: A revolução do blog chega aos negócios “blue-collar”

“Existe um grupo esquecido – de fato, eu diria que é uma maioria esquecidade – quando se fala de mídias sociais. E quem é essa maioria? São os milhares e milhares de negócios ‘blue-collar’ [empresas, geralmente pequenas e medias, que prestam serviços que exige esforço manual, como oficinas, encanadores, eletricistas, pedreiros, etc.] espalhados pelo globo e que até agora aderiram muito lentamente à onda das mídias sociais, mas que estão chegando em um esforço para mudar a maneira como as coisas em marketing sempre foram feitas. Como alguém que possuir uma empresa de limpeza de piscinas por 10 anos e também trabalha com mídias sociais para muitos desses negócios, observei uma tendência muito interessante nos meses finais de 2011. A cada dia, mais e mais mecânicos, carpinteiros, encanadores, jardineiros, etc., queriam entender a necessidade de entrar nessa nova era do marketing. Eles estão vendo as tendências de como as pessoas compram, pensam e tomam decisões. Finalmente, em vez de recusar enfrentar suas deficiências online, eles as estão confrontando. Mais do que nunca, esses negócios está blogando, produzindo videos educacionais e alavancando todos os tipos de mídias sociais. A ideia de que mídia social e blogs de negócios brilha apenas para industrias grandes e tecnológicas logo será uma coisa do passado. Eles têm um longo caminho pela frente? Sem dúvida, mas também sem dúvida, os seus olhos estão se abrindo e a revolução dobrou a esquina para eles.”

Marcus Sheridan é proprietário de um pequeno negócio, palestrante sobre mídias sociais e fundador de The Sales Lion.

#27: Os profissionais de marketing vão aprender a fazer as mensagens superar o ruído

“Minha previsão para mídias sociais em 2012 é que os profissionais de marketing de sucesso tomarão mais cuidado no design e na embalagem de suas mensagens para obter atenção, utilidade e conversão. À medida em que a tolerância do ruído das mídias sociais se aproxima de um ponto máximo, a qualidade do conteúdo aumentará significativamente para atingir os padrões mais elevados tanto de consumidores quanto de busca.

Jeff Korhan é palestrante profissional, consultor e colunista sobre novas mídias e marketing para pequenos negócios.

#28: O gap aumentará

“Eu prevejo que, em 2012, o gap entre negócios que têm bom desempenho em mídias sociais e aqueles que não têm aumentará dramaticamente. A novidade das mídias sociais passou. As pessoas estão produrando por negócios que ofereçam soluções práticas para seus desafios reais e atais. Temos o seguinte: se você está olhando para sua comunidade online em termos de o que você pode obter dela pode empacotar suas coisas e ir para casa. Para que seu negócio faça sucesso, você deve se focar em como pode ajudar seus consumidores a terem sucesso. Essa atitude será demonstrada nas mídias sociais em tudo o que você diz e faz. Sua atitude dirige os tópicos da conversação, a maneira como você escreve seus tweets e atualiza seu status, e as ofertas de negócio. Mais do que nunca, o sucesso do seu negócio depende de quanto você ajuda os outros a alcançar o sucesso de negócio deles. O sucesso das suas mídias sociais é o canário na mina de carvão que demonstra a saúde do seu negócio.”

Charlene Kingston é fundadora do Social Media DIY Workshop.

#29: Os negócios investirão na qualidade do conteúdo

“Eu acredito que veremos uma aceleração da qualidade sobre a quantidade no marketing de conteúdo em 2012. À medida em que mais negócios entenderem e abraçarem a necessidade imperiosa de integrar as mídias sociais em suas estratégias de marketing, eu espero que também reconheçam a necessidade de se destacar na cacofonia de mensagens de marca nos canais sociais. Em 2012, se os negócios quiserem concorrer efetivamente pela atenção do consumidor, eles precisarão se engajar na produção de conteúdo dirigido, focado no consumidor e relevante para diferenciarem-se do ruído geral. E, à medida em que essa percepção se firme entre as empresas, penso que veremos um crescimento abrupto na contratação de indivíduos qualificados e experientes, que criem e desenvolvam conteúdo valioso que atraia e envolva os públicos alvos, levando a conversões e ações lucrativas.”

Stephanie Gehman é gerente de marketing do Harrisburg International Airport, Pennsylvania.

#30: Crescimento dos especialistas nas mídias sociais

“Em 2011, assistimos à tendência de posições multifacetadas em mídias sociais, ou pessoas dentro das empresas das quais se esperava uma espécie de ‘expertise em camadas’ em mídias sociais. Profissionais de marketing de conteúdo terão que transcender o básico em vendas e trabalhar dentro de um campo que se expande rapidamente, o campo tecnológico. Em 2012 veremos essas posições solidificadas: profissionais de mídias sociais trabalhando online e se envolvendo no mundo dos códigos de tecnologia também. Essas posições se tornarão parte integrantes de qualquer campanha de marketing social, com as funções se tornando mais complexas, transformando as pessoas em especialistas nas mídias. Um indivíduo deverá se capaz de blogar e trabalhar em uma plêiade de plataformas, trabalhar na esfera tech e desempenhar tarefas de SEO em alto nível. De outra forma, como ele ou ela sera capaz de identificar oportunidades nesse campo quando surgirem? Esses especialistas deverão ser capazes de ter uma visão de 360 graus das mídias sociais e suas funções vão se tornar mais exigidas e competitivas. Eu sinto também que haverá urgência para aperfeiçoar conhecimentos de tecnologia móvel e marketing, que vão trazer o mundo virtual para o mundo físico. Em 2012, será uma miopia de negócios não ver os benefícios de ter um especialista nas mídias em sua equipe!

Carla Dewing é social da Contrast Media e especialista em marketing de conteúdo.