Mídias sociais: redes que estão ficando para trás – MySpace

E agora o pódio dos perdedores:

1. My Space

MySpace foi criado e lançado em 2003 quando vários
empregados da eUniverse que estavam usando o Friendster decidiram replica seus
recursos mais populares.
Em julho de 2005, MySpace foi
comprador por Rupert Murdoch por US$580 milhões.
Em 2008, era a rede social mais popular do mundo
mas, à medida em que Facebook cresceu e tornou-se o canal social preferido da
maioria dos webcidadãos do planeta, MySpace passou a declinar. De acordo com a
Comscore, entre janeiro e fevereiro de 2011, os visitantes únicos de MySpace diminuíram
assombrosos 14.4%: de 73 milhões para 63 milhões de visitantes. É cerca de
metade da audiência que tinham um ano atrás.

Por que falhou?

De acordo com marketingbones.com,
essas são as 5 razões para o declínio de MySpace

1. É uma rede social e não uma
balcão de anúncios

MySpace subitamente passou a ter banners e anúncios
de rich media piscando na cara do usuário.

2. Faltou construção de marca

Não houve foco em esforços conscientes de
construção de marca ou em melhorar a experiência do usuário em MySpace.

3. Os recursos não foram aperfeiçoados

MySpace foi
criado para a faixa etária de 15 anos e para a indústria de entretenimento. E
não buscou expandir seu apleo para o public em geral.
Os perfis na rede não foram
desenhados para gerar negócios e quando uma empresa criava um perfil ele ficava
meio perdido.

4. Sem controle do Spam

My Space é agora uma rede de spammers e se um
negócio quer legitimamente usar a rede do MySpace para divulger seus produtos
será percebida como spammer e sua marca perderá credibilidade.

5. Falta de padronização

Você até pode criar uma página personalizada no MySpace.
 page for yourself. O problema é que os
fundos disponíveis agridem o olho e utilizam padrões da Internet de 20 anos atrás.