MySpace Music transforma a rede social de promocional para commercial



Na quinta passada, MySpace confirmou o que era um boato circulando a semanas: lançou Myspace Music, que será operada em conjunto com a Universal Music Group, a Sony BMG e a Warner Music Group.


 


O novo service oferecerá arquivos em streaming de vídeo e áudio, downloados de MP3 e ringtones, tudo grátis. Com anúncios e parceiros de e-commerce.


 


“Estamos deixando de ser um veículo promocional para nos tornarmos um veículo comercial”, disse o CEO de MySpace, Chris DeWolfe, durante uma entrevista.


MySpace Music vai mexer com toda a rede, incluindo as Music Home pages, as páginas de perfis de artistas e os perfis dos participantes individuais. Participantes poderão personalizar seus conteúdos musicais, criarem playlists e fazerem links para o trabalho dos artistas favoritos.


Segundo DeWolfe, MySpace é situado exatamente no coração da altamente distribuída e focada comunidade de cultura musical. “MySpace tem uma incrível posição de marca”, disse DeWolfe. “Estamos saindo com uma enorme vantagem.”


De fato, entre os 110 milhões de usuários ativos de MySpace, 30 milhões são ouvintes regulares de música, disse DeWolfe. E mais, o site é atualmente a home de mais de 5 milhões de bandas.


O novo service representa uma grande ameaça à loja iTunes, da Apple, que dominou até agora os downloads de músicas com 19% das vendas nos Estados Unidos, segundo a Ars Technica.


MySpace Music vai existir como um negócio “stand-alone”, com uma equipe de gerenciamento separada, que ainda vai ser nomeada.

 

Fonte: MediaPost