O canal para quem respira cliente.

Navegando na net: agile marketing e governança de dados no B2B

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Nesses últimos dias, envolvido com o desafio de escrever um artigo para celebrar os 25 anos do Programa Smiles (para quem não sabe, participei da criação do programa e sou o “pai da marca”) para o site passageirodeprimeira.com, andei navegando por alguns sites e blogs novos.
Um dos blogs que mais me chamaram a atenção é o ExperienceOn, da AlwaysOn, uma empresa que promete aos seus clientes injetar inteligência em suas estratégias de CRM. O blog deles é um bom cartão de visita e me interessei em particular por alguns artigos dele.
Como criar um ambiente agile e garantir mais produtividade para seu marketing: 5 dicas“, como o próprio título diz, é uma espécie de tutorial para quem se interessa (e há cada vez mais interessados) por essa abordagem tomada de empréstimo da área de desenvolvimento de softwares. O artigo esclarece o conceito, apresenta os princípios do agile marketing (indivíduos e interações são mais importantes do que processos e ferramentas;estratégias que funcionam são mais relevantes do que uma extensa documentação; colaborar com o cliente vale mais do que negociar contratos; responder a mudanças é melhor do que seguir um plano) e oferece as tais 5 dicas (uma das mais interessantes é criar o hábito de reuniões diárias com a equipe de pé!). Vale a pena a leitura.
Uma boa governança de dados vai fazer o B2B melhorar a Experiência do Cliente (CX)” comenta o relatório de um estudo da Dun&Bradstreet (o relatório pode ser acessado no próprio blog) em que a pesquisa mostrou que quase a totalidade dos profissionais de marketing B2B acha que é importante estar tão focado na experiência do cliente quanto o que fazem seus colegas B2C. E, no entanto, confessam que poucos estão fazendo isso. O post chama a atenção para a importância de ser implantado nas empresas um processo mais científico de governança de dados — principalmente quando se considera que estamos a meses da entrada em vigor da LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Confira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima