Novo Cartão de Crédito Pão de Açúcar. A idéia parece boa, mas…

Como Cliente Mais, recebi o convite. Além disso, apareceu em meu Facebook o “depoimento” de alguns amigos que estariam participando do desenvolvimento do novo cartão de crédito do Pão de Açúcar.

Cliquei e abri o convite em uma página do Facebook. Muito legal. Diz lá que o Pão de Açúcar vai relançar seu cartão de crédito e quer saber quais os benefícios que cada um de nós acha mais importantes, descontos, troca de pontos, vantagens…

Até aí, tudo bem. Pesquisa é sempre uma boa direção, embora eu seja calejado o suficiente para garantir que as pessoas nem sempre sabem a priori o que realmente acha importante. Mas o marketing é bom. Compartilhar é contemporaneíssimo.

O segundo passo é clicar no botão Instalar. Fiz isso. Abre outra página no Facebook. Até aí, tudo ótimo. Sou fã do uso de Facebook para ações de marketing. O problema é o que pedem lá.

Trata-se de uma Solicitação de Permissão. Até aí, ótimo. Mas o que eles solicitam que eu permita? Eles querem acessar minhas informações básicas inclusive quando eu não estiver usando o aplicativo. Querem me enviar emails e publicar no meu mural. E qual é a moeda de troca? Ou seja, eu lhes dou permissão para usarem alguns ativos preciosos meus e eles me dão o que, o privilégio de ajudá-los a ganhar mais dinheiro?

Estarei errado? Bom, o pequeno número de pessoas que “curtiram isso” (1.058 até esta manhã, o que é um número muito pequeno quando consideramos a dimensão do PA) parece indicar que muita gente concorda comigo.