Os quatro pilares: Recompensa



Sabe a ponta do iceberg? Essa analogia parece até que foi criada para explicar o papel da premiação em um programa de fidelidade. Em geral, é só o que se vê. Se a partícula reflexiva “se” significa o consumidor, tudo bem. Porque a função desse pilar é exatamente atrair o consumidor, convencê-lo a levantar a mão e dizer, “sim, eu quero participar, permito que me conheçam, pois quero em troca ser premiado e reconhecido”. Mas quando essa miopia ataca uma empresa que pretende desenvolver uma estratégia de marketing de relacionamento, aí a coisa muda de figura, o “iceberg” assume seu lado perverso e o naufrágio é quase inevitável.


 


No interior do Pilar Recompensa, há duas usinas básicas: Acumulação de Pontos e Resgate de Prêmios. Todos os processos e as rotinas desenrolam-se aí. Vou falar sobre a “usina” da Acumulação de Pontos no próximo post.