Programas de fidelidade: antídoto para recessão?



A provocação é do site www.colloquy.com. Claro que há um viés – o Colloquy é a principal ferramenta de marketing da LoyaltyOne, ex-Frequency Marketing, e que atualmente pertence ao grupo Alliance Data que, entre outras coisas, possui o Air Miles, certamente o mais bem sucedido programa de multifidelidade do mundo. Mas vale a pena acompanhar o raciocínio. Segundo o artigo, “a escalada dos preços da gasolina e dos alimentos significa que o cheque de estímulo econômico que Washington prometeu em fevereiro já perdeu muito do seu valor em maio. A gasolina subiu cerca de 75 centavos por galão e os custos com alimentação subiram mais de 5% neste período. Mas milhões de americanos estão bem posicionados para recuperar o terreno financeiro perdido, combinando seus cheques de rebate (promoção em que você recebe de volta um percentual do que gastou) com prêmios, pontos, milhas e ofertas de cash back dos programas de fidelidade que estão em praticamente todos os setores da economia.”


 


Os números são realmente impressionantes. 1,3 bilhões de participantes, média de 12 programas por lar americano.


 


Leia mais em http://www.colloquy.com/breaking_view.asp?xd=4693