Receita de Inovação (carona no blog Lá Fora)



Fugindo um pouco ao tema Relacionamento, mas fincando bem os pés no tema Marketing, sugiro a vocês visitas frequentes ao site Lá Fora (www.lafora.com.br). Dedicado à mídia exterior, e pilotado por um ás do assunto, o consultor Sérgio Viriato, o site tem uma média de 10 atualizações por dia. É um índice fantástico, principalmente se considerarmos que os posts são todos, ou quase todos, ilustrados.

 

O texto abaixo foi recolhido lá e é um dos poucos que não tinham imagens. Vale a pena a leitura (um detalhe: OOH significa Out Of Home).

“Na Digital Signage Expo 2007 houve uma palestra cujo tema não foi OOH ou tecnologias digitais, mas inovação. E quem melhor Jim Lecinski, Diretor do Google, para falar sobre inovação? Ele listou os 9 pontos em que se baseia a cultura inovadora do Google, que podem ser adotados em qualquer empresa:


1 – Inovação, não perfeição instantânea


Lançar idéias rápida e frequentemente é mais importante do que ficar tentando atingir o produto/serviço perfeito para depois lançá-lo. O feedback dos consumidores irá aprimorar melhor a idéia e a resposta deles irá indicar os projetos mais promissores.


2 – Compartilhe tudo que você puder


Pequenos times que se comunicam abertamente tem trazido grandes resultados para o Google. Eles acreditam em transparência no ambiente de trabalho e de forma que todos saibam em que todos estão trabalhando. Eles tem um programa de computador onde podem procurar um nome e ver em que projeto esta pessoa está trabalhando e acompanhar o andamento do trabalho. Se eles tiverem alguma idéia podem contribuir.


3 – Se você é brilhante nós estamos contratando


Há sempre vagas para os mais brilhantes no Google. eles preferem os generalistas, que podem contribuir de diferentes formas em diferentes projetos do que os especialistas.


4 – Deixe seus funcionários perseguirem seus sonhos


O Google trabalho no modelo 70/20/10. O desenvolvimento dos programas atuais e de novas funcionalidades ocupa 70% do tempo. Novos projetos da empresa ocupam 20% do tempo e os outros 10% são usados pelos colaboradores em seus projetos pessoais. Assim surgiu o Orkut e o Google Earth.


5 – Idéias vem de toda parte


Algumas vezes o Google vai buscar suas idéias fora de casa. O Google Mastheads surgiu da contribuição de não-empregados, um deles uma garota de 13 anos.


6 – Dados e não opiniões


Tome suas decisões com base em fatos e não em opiniões. Com tantas idéias no ar, procure basear suas decisões em informações e não em suposições.


7 – Criatividade adora restrições


“Deixe as pessoas explorarem, mas estabeleça limites claros para estas explorações”. Caldeirões de idéias tendem a explodir se ninguém controla a temperatura.


8 – Procure usuários e ofereça usabilidade – o dinheiro vai atrás


Em outras palavras, faça o que os clientes querem e precisam, e não o que eventualmente venda mais e melhor. Assim você manterá a liderança inovadora.


9 – Não mate idéias, modifique-as


O Google não joga idéias fora. As modifica e transforma em algo útil para a empresa.”