Somando O Que com o Por Que



Tenho andado muito envolvido com leituras ultimamente. A bem da verdade, eu sempre ando, mas o meu interesse mais recente tem se voltado para comportamentos em grupo, seja lendo sobre a ciência das redes (Six Degrees, de Duncan Watts), ou sobre a mecânica do boca-a-boca (The Tipping Point, de Malcolm Gladwell). E agora já tenho um novo livro na mira, Herd, de Mark Earls. Esse cientista do comportamento tem buscado entender as formas pelas quais nossas ações são baseadas nas ações de outros, mais do que em qualquer processo independente de tomada de decisões. Além disso, ele descreve experimentos realizados em Harvard e no MIT que demonstram que nossas “decisões” mentais para desempenhar um determinado comportamento vêm, de fato, DEPOIS.


 


Esse fenômeno de efeito-causa seria substanciado por outros pesquisadores, como Howard Lees, behavioralista inglês que aponta que a maioria de nós presume um relacionamento do tipo causa-efeito entre um antecedente e um comportamento. Na realidade, porém, as conseqüências têm um impacto muito maior sobre o comportamento humano.


 


Voltaremos ao assunto.