você ainda vai ouvir falar muito em Cloud computing



 


Eu sou fã de carterinha da Amazon. Acredito até que o entregador da UPS já vai para a minha casa em piloto automatico. Assim, fiquei feliz com o ótimo resultado financeiro que a empresa anunciou na semana passada, no meio de varias más noticias vindas de outras empresas tradicionais. Mas fiquei intrigado com os comentarios de alguns analistas sobre a transformaçao da Amazon em uma empresa de tecnologia. Nao é segredo que a Amazon lançou há uns 2 anos, o Amazon Web Services – que oferece a potenciais parceiros serviços tecnológicos, como gerenciamento de database, armazenamento de dados (tipo um enorme hard drive) e um serviço de computaçao conhecido como ´cloud computing. 

Essa nova buzz word que é ´cloud computing´ – que no Brasil está sendo chamada de ´computaçao em nuvem´ – nao é um conceito novo. Mas, segundo materia da ITWeb brasileira, 3 forças estao impulsionando essa ideia – o crescimento da demanda por ebusiness; o fato dos hardwares ficarem mais poderosos a cada dia; e a proliferaçao de informaçao online. Assim, basta o cliente estar conectado a internet e o trabalho pesado estaria sendo feito pela Amazon, ou outra empresa, incluindo Google e IBM. Até mesmo a Apple, quando reposicionou o seu ponto mac para o novo mobileme. 

´Cloud computing´ é um conceito sobre o qual ainda se vai falar muito – e com certeza vou comentar sobre ele outras vezes. É importante que a gente – caso você ainda nao esteja – fique atenado, pois haverá consequências para a publicidade. Por exemplo, desenvolver aplicaçoes online vai ficar cada vez mais comum. Ou viabilizar projetos de curta duraçao que demandem capacidade de processamento a custo baixo. Ja tem agencia interativa americana se posicionando como expert em usar o potencial da ´computacao em nuvem´, seja para melhorar o serviço aos seus clientes ou desenvolver e implementar novas ideias online.