TikTok pode passar a permitir clipes de 10 minutos – e outras novidades

Atualmente, o limite já é de 3 minutos
O repórter de mídia social Matt Navarra narrou ter visto uma atualização da conta do TikTok, incentivando o upload de vídeos que duram até cinco minutos e um post aludindo ao possível teste de um limite de 10 minutos. Em julho, a plataforma social começou a permitir vídeos de três minutos, em vez de impor um corte de 60 segundos. Fonte: Tubefilter
Instagram aumenta o comércio eletrônico com novo formato de anúncios
Plataforma está disponibilizado em todos os países onde há a guia Shop
O Instagram está lançando anúncios na guia Shop, aparecendo como blocos na página inicial da guia, que será marcada como “patrocinada” e direcionará os usuários a páginas que podem apresentar produtos adicionais. O Instagram testou o formato do anúncio no início deste ano e o está disponibilizando em todos os países onde oferece a guia Shop. Fonte: Social Media Today
TikTok testa estúdio de criação de efeitos de Realidade Aumentada
Será lançado nos EUA e outros mercados selecionados
A TikTok está testando seu TikTok Effect Studio, um kit de ferramentas que permite que desenvolvedores nos Estados Unidos e em outros mercados selecionados criem efeitos de realidade aumentada para seu aplicativo de vídeo de formato curto. Um porta-voz da TikTok disse: “Estamos sempre pensando em novas maneiras de agregar valor à nossa comunidade e enriquecer a experiência da TikTok”, mas não revelou se ou quando a nova oferta seria lançada. Fonte: TechCrunch
LinkedIn relata crescimento recorde
Ferramentas de insight de marketing, modelos mais inteligente, mais capacidade de segmentação
Os dados de segmentação de intenção por comprador do LinkedIn ajudaram a empurrar a receita trimestral da rede social para além de US$ 1 bilhão e colocá-la no caminho para gerar US$ 4 bilhões este ano, à medida que as marcas se beneficiam de refinamentos de segmentação, redução do desperdício promocional e maiores retornos de campanha. Abhishek Shrivastava, diretor sênior de produto do LinkedIn, também atribui o crescimento a novas ferramentas de insight de marketing e modelos mais inteligentes de licitação. Fonte: Adweek