3 Lexotan por favor!

0
1



Amigos e clientes, assim não dá para suportar.

Minha paciência está no limite, depois que me roubaram o carro e todos os documentos de minha mulher. Faz só uma semana, mas envelheci alguns anos, tendo que ligar para os contact center de empresas de cartão, bancos, companhia de seguros, 190, e tudo o mais que um cidadão tem que fazer  nestas circunstâncias.

Só de me lembrar, preciso parar de escrever e tomar mais um lexotan.

Desculpe a demora, argghhhh! Não aguento mais ouvir isto.

Um momento mas vou tomar mais um deste comprimidinho cor de rosa.Santo Lexotan!

Desculpe a demora, onde estava mesmo?

Ah!, sim, lembrei-me.

 

A partir de hoje e durante um certo tempo vou lhes contar o que me irritou nesta luta contra os procedimentos,leis, decretos, decisões, novos procedimentos e …o atendimento!

 

Começo por algo que parecia ser uma atitude cortês: pedir desculpas por alguma demora … mas estão exagerando ou ninguém está entendendo ( ou o pessoal da monitoria está dando em cima, como ouvi) quando que é para usar…”desculpe a demora”

 

Foi o que mais ouvi em todos meus contatos. Mesmo que a interrupção do contato, sempre precedida de uma solicitação do tipo vou verificar,  tenha durado 3 segundos ( isto mesmo, 1.., 2…3), lá vem o atendente pedindo desculpas pela demora. Que demora, santo Deus! Será que está tudo andando tão rápido que um milisegundo já é uma eternidade? Ou será que o Lexotan está me deixando meio mole?

E você, o que acha disto? Me ajude!