A Volta do Furacão: Elis Regina

0
0



Em homenagem aos 30 anos de sua morte, chega às livrarias “Furacão Elis“.  A editora LeYa Brasil acaba de lançar uma nova versão revista e ampliada da biografia de Elis Regina –  um dos maiores ícones da MPB, escrita pela jornalista Regina Echeverria.


Elis Regina Carvalho Costa nasceu na cidade de Porto Alegre, em 1945. Era uma garota tímida e delicada, mas a partir dos 11 anos sua personalidade se transformaria radicalmente: nascia ali o Furacão Elis. Sem dúvida, foi uma vida e uma carreira tão intensas deixaram uma marca inesquecível na cultura brasileira. Ainda hoje, as rádios tocam suas músicas, assim como jornais, revistas e emissoras de TV revivem seus melhores momentos em diversas homenagens.


Este livro é uma expressão da figura humana de Elis Regina. Podemos considerar um verdadeiro contraponto à tendência atual de canonizar personalidades e figuras polêmicas. A “pequena notável” viveu pouco mais de 36 anos de uma existência conturbada, sem meias verdades, quebrando conceitos e preconceitos.


Mas ainda assim, revelou de maneira intensa a sua doce alma de artista. Elis conquistou o Brasil em 1965, ao vencer o I Festival de Música Popular Brasileira na TV Excelsior com a muscia “Arrastão”. A partir daí começava o auge de uma cantora que em pouco tempo deixou sua marca na música nacional.


Elis vivia a música intensamente mas também amava loucamente. Entre paixões avassaladoras, deixou filhos talentosos como João Marcelo Bôscoli (filho de Ronaldo Bôscoli), Pedro Camargo Mariano e Maria Rita (filhos de Cesar Camargo Mariano).


Elis Regina é considerada por alguns críticos como a melhor cantora brasileira, e deixou, em sua breve carreira músicas que se tornaram hinos de gerações como “Madalena”, “Como os nossos pais”, “O Bêbado e o Equilibrista” e “Alô, alô Marciano”, entre muitas outras.


São mais de 250 páginas de “Furacão Elis” – que inclui a discografia completa da cantora em ordem cronólogica, com a trajetória fulminante da vida e da música de uma das cantoras brasileiras mais populares dos últimos anos.


 



“Sempre vou viver como camicase. É isso que me faz ficar de pé”

(Elis Regina)

 



Sobre a autora:

 

Regina Echeverria é jornalista profissional desde 1972. Trabalhou em diversos jornais (O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Folha de S. Paulo) e revistas (Veja. IstoÉ, Caras, etc). Publicou outros livros de destaque como “Cazuza, só as mães são felizes” (1997), “Cazuza, preciso dizer que te amo” (2011), “Gonzaguinha e Gonzagão, uma história brasileira” (2006), entre outros. Confira em: www.reginaecheverria.com.br/biografias_14.html


 


 


 

Título: Furacão Elis
Autora: Regina Echeverria


Editora: LeYa do Brasil (272 páginas)