Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Absenteismo x Motivação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



A falta de motivação pode impactar no absenteísmo, mas é importante que não se torne uma desculpa. Muitas  vezes as pessoas dependem que algo mude no trabalho para se sentirem motivadas, caso contrário, continuarão vivendo a mesma situação!


No entanto a motivação provocada por fatores externos é fogo que apaga logo, não dura muito tempo. A  forma de motivação que  mais se sustenta é a que se origina do nosso interior, da paixão por um objetivo de vida, da vontade de superar desafios, da gratidão ao Universo pelo ganhã-pão de cada dia. Por isso, a pessoa que se sente desmotivada no emprego pode ter algumas opções, e entre elas podemos destacar: mudar de trabalho para fazer aquilo que a apaixona ou criar formas de se auto motivar e continuar fazendo o mesmo trabalho.
 
É importante refletir sobre a frase “Trabalhamos para viver e não vivemos para trabalhar”. Ou seja, é interessante equilibrar o peso do trabalho x realização pessoal, pois,  o ser humano tem vários papéis sociais e se complementa em cada um deles, seja na participação de um curso, no dia a dia do lar, (pai/mãe, irmã/irmão, tio/tia/ etc.), na prestação de um trabalho voluntário, etc.


Sendo assim o trabalho pode ser visto como uma das fontes motivadoras e não a suprema. Porém, isso não quer dizer que devemos nos acomodar. Pelo contrário, é  interessante  definir os objetivos, o que queremos fazer e onde queremos chegar e a partir dai  buscar nos preparar através de cursos, leituras, troca de experiências com pares e superiores e buscar fazer um trabalho diferenciado de modo  que possamos nos destacar e obter um reconhecimento.

 

Os profissionais que trabalham com Telemarketing são em grande maioria pessoas muito jovens e sem experiência profissional. E, dificilmente podemos esperar que eles estejam preparados para enfrentar situações adversas, ainda que, realizemos um processo seletivo onde indique que o profissional se destaca em determinados pontos. É preciso prepará-los e acompanhá-los, criando espaços para troca de experiências. Enfim, é preciso criar nas empresas que prestam estes serviços, uma escola de aprendizagem, onde estas pessoas possam aprender com as experiências de todos e possam desenvolver suas capacidades profissionais.

 

 


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima