O canal para quem respira cliente.

Call Center, uma boa opção?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Há alguns anos, percebemos que os jovens brasileiros sem
preparo profissional e sem muitas qualificações, buscam oportunidades na área
de Call Center como forma de adquirir a experiência necessária para concorrer
no disputado mercado de trabalho.

 Pesquisas apontam que hoje, jovens entre 18 e 24 anos,
representam quase 50% da mão de obra nas empresas de telemarketing. Mas
ingressar na área de Call Center é realmente uma boa opção para formar bons
profissionais?

 Sabemos que o medo de não conseguir competir no mercado de
trabalho e o nervosismo na hora de participar de um processo de seleção são as
maiores inseguranças que todos enfrentam no início da carreira. Às vezes, mesmo
o diploma em mãos não garante segurança e aprovação, principalmente se
considerarmos que as faculdades estão longe de preparar os jovens para o
mercado de trabalho.

 Em contra partida, a conquista de uma vaga na área de Call
Center depende apenas de conhecimentos básicos em informática e fluência na
língua portuguesa, o que facilita a entrada de jovens sem experiência anterior.
Sendo assim, as empresas de call center servem tanto como porta de entrada para
o mercado de trabalho quanto uma forma prática para preparar e qualificar
profissionalmente este jovem, que terá oportunidade de realizar cursos de
capacitação e vivenciar a rotina das relações de trabalho.

 Outro ponto a ser levantado, é a oportunidade de progressão
profissional que as empresas vêm adotando como forma de priorizar e reter o
talento interno.

 Está enganado quem pensa que as empresas de Telemarketing
não proporcionam plano de carreira.  Ao
ingressar na equipe de atendimento em Call Center, o profissional recebe
avaliações constantes para verificar a possibilidade de migrar horizontalmente
ou verticalmente . Há vários exemplos de profissionais que começaram como
tele-atendentes e depois passaram a cargos superiores ou mudaram de operação
e/ou atividades.

 Diante desses fatos, podemos entender que toda inciativa é
positiva e de uma forma ou de outra, o Call Center é uma opção para o jovem que
busca desenvolver suas competências técnicas e emocionais, aprender a ter
responsabilidade e comprometimento, além de adquirir postura profissional e
sentir-se preparado para planejar seu futuro. Na verdade, o segredo é
aproveitar as oportunidades.

 

0 comentário em “Call Center, uma boa opção?”

  1. Parabéns pela matéria. As pessoas precisam intender que no Call center alem de darmos oportunidade de primeiro emprego, qualificamos e formamos profissionais. Hoje no mercado os Call são marginalizados e muitas vezes descriminados. Amo vendas, amo atendimento ao cliente, amo meu Call center.um grande abraço.

  2. rogeriolazaro@msn.com'
    Rogerio Lázaro

    Pena que a atividade do operador seja vista e tratada com tanto preconceito, até mesmo dentro das empresas de Contact Center. A função não é valorizada como deveria, pois, dentro das empresas de Contact Center outras funções no mesmo nível hierárquico tem melhor remuneração e tratamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima