Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Call Center x Plano de Carreira.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Nos últimos anos, o crescimento desmedido do setor de
teleatendimento no Brasil vem chamando atenção pela geração de emprego para
milhares de pessoas, sendo favorável á jovens acima de 18 anos, com ensino
médio completo e conhecimentos básicos de informática.

O grande paradoxo da área que atualmente transformou-se no maior
empregador de profissionais á margem do mercado, é que muitos candidatos
imaginam o call center como o vilão do plano de carreira. Puro engano… O segmento
é favorável ás chances de crescimento tanto pessoais quanto profissionais, não
servindo apenas como trampolim para o mercado de trabalho.

Claro que como em qualquer empresa, para se destacar o operador
deve ter características que proporcionem este crescimento, como: gostar do que
faz, manter seu foco em resultados, ser resiliente frente ás dificuldades e
desenvolver habilidades de relacionamento com seus clientes e equipe de
trabalho. Além das características pessoais, o profissional deve estar atento
ao que acontece dentro da empresa, para que consiga aproveitar as oportunidades
de processos internos.

Um fator muito importante para que o operador de call center não
tenha o crescimento esperado é o comodismo. Ponto que normalmente é difícil de
ser reconhecido pelo profissional. Buscar investir no conhecimento, realizando
cursos de aperfeiçoamento que agreguem em suas rotinas e o prepare para assumir
novas responsabilidades, pode ser uma saída.

Outro ponto relevante é conhecer a cultura e politicas da empresa
contratante, dessa forma o candidato pode ter base para julgar se a empregadora
está de acordo com suas expectativas.

O segmento de call center tende a valorizar mais profissionais em
busca de crescimento e se depender das oportunidades, muito operador pode
chegar á gerencia. Acredite!

 

 

Carla Patricia Gouvea- graduada em psicologia e é
consultora da Luandre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima