Geração Y – Mudando o Mundo

0
7



Nos dias atuais, muito se fala sobre a chamada Geração Y, mas quem são essas pessoas que fazem parte desse grupo?


São jovens nascidos após 1980, que se desenvolveram numa época de grandes avanços tecnológicos e de prosperidade econômica e que cresceram vivendo em ação, estimulados por atividades e tarefas múltiplas.


Hoje, com 20 e poucos anos, esses jovens representam a Geração Y, acostumados a conseguirem o querem e não se sujeitam às tarefas subalternas de inicio de carreira e brigam por uma remuneração ambiciosa desde cedo.


Esse grupo se preocupa com valores que anteriormente haviam sido esquecidos tais como vida pessoal e bem-estar, estão habituados a desenvolverem uma autorealização, buscando agir de acordo com seus próprios interesses.


No ambiente profissional, é bastante comum esses jovens mudarem freqüentemente de um emprego para o outro, tratarem superiores como colegas ou baterem a porta quando não são reconhecidos.


A grande diferença em relação aos jovens de outras décadas é que hoje eles não abrem mão das rédeas da própria vida, impondo seus valores e criando uma sociedade mais voltada para o ser humano, que é o que realmente importa no mundo.


 

1 COMMENT

  1. Devido os grandes avanços tecnologicos, essas novas gerações de colaboradores atendem devidamente o mercado, fazendo com que tenham seus objetivos alcançados em um curto espaço de tempo, trazem ideias, estragégias novas para as empresas e tendem a se destacarem com maior velocidade de tempo.
    lembrando que, gerações passadas aceitavam somente regras e a geração Y, fazem suas “regras” conforme suas disponibilidades. Estar constantemente de olho nesta geração faz com que olhemos para o futuro

  2. Prezada Adriana,

    Realmente precisamos aprender com a geração Y e ao mesmo tempo ensiná-los sobre aspectos práticos do mercado de trabalho. Há muitos da geração X, como eu, que estão mais para a geração Y, que levam essas considerações para a vida após os 40. É difícil, mas possível. Voce tem alguma consideração, estatísticas, livros, sites, enfim, algo que fale sobre os quarentões Y? Abraços, Roze

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Previous articleABA Rio promove 8º Fórum de Branding
Next articleGetronics tem novo presidente