Impossível não é

0
1



Olá!


 


No mundo atual, o que é impossível? O que o avanço das tecnologias não permite fazer? O que a inteligência humana não permite criar?


 


Estamos quebrando barreiras do impensável todos os dias, mas ainda vemos muitas pessoas que diante de um desafio ou de uma tarefa um pouco mais complexa, respondem sem pestanejar: “Isso não dá para fazer!”.


 


Quando você ouve uma resposta dessa, seja para o que for, não é frustrante?


 


Imagine que ao invés de ouvirmos “isso não dá para fazer”, ouçamos “é possível, mas inviável!”. Muda, em muito, o impacto da resposta de algo negativo para algo esperançoso, que desperta a curiosidade em saber mais.


 


Só que não se trata só de mudar a forma de responder. É preciso mudar a forma de encarar o desafio e de acreditar que tudo é possível, desde que se analise e estude um universo de situações que envolvam estratégias, tecnologias, pessoas, mercado, dentre outros.


 


E veja que só cabe a cada um de nós, principalmente gestores e profissionais que trabalham para buscar resultados, caminhar neste sentido, colocando como uma condição pessoal, nunca dizer “isso não dá para fazer!”.



Se a solução é cara, não está alinhada com as estratégias da empresa, demorará a trazer os resultados pretendidos ou tiver qualquer outra questão que a torne inviável, ficou por conta do seu gestor ou da empresa visualizar isso, mas você fez a sua parte!


 


Não é muito melhor saber que algo é possível, mas inviável, do que ouvir uma resposta que “não dá para fazer”? E quem sabe o inviável hoje não será viável amanhã. Se isso acontecer, a sua assinatura, seu estudo, seu parecer estarão lá.


 


E um detalhe importante, quem muito rapidamente responde que algo não dá para fazer, pode ser visto como alguém com preguiça ou limitações, o que nunca é interessante para qualquer carreira.


 


 


Abraço,


Vladimir

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente para um gestor é frustrante ouvir essa frase “Isso não dá para fazer!” de um colaborador. Para mim, não existem restrições a não ser as criadas por nossas próprias mentes, ou pelos paradigmas que criamos no nosso dia a dia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNa era da competitividade
Próximo artigoLenovo aposta em e-training