Quando se julga parte pelo todo, os erros podem ser terríveis e todo o esforço pode ir para a lixeira

0
10



Recebi o comentário do Aluysio sobre meu último post. Infelizmente acho que ele cometeu o mesmo erro que muitos executivos do mercado envolvidos com prestação de serviço. Não prestou atenção no que foi dito ou escrito, julgou o todo pela parte, no caso o título e concluiu que eu represento alguma operadora. Seus comentários, embora pertinentes, foram endereçados a mim. Não considero uma injustiça, mas um erro o qual precisa ser esclarecido, já que não exatamente quem o leitor pensou que eu fosse. Aqui vai tanto o comentário quanto minha resposta:

 

“meu caro, se você tem esta visão e se acha apto a comentar sobre atendimento a clientes, que você deve ser um daqueles que maqueou indicadores, demitiu as pessoas de talento que ameaçavam sua imcompetência, bajulou as pessoas certas. Mas, só para avisar, os clientes é que tem o verdadeiro poder. Se quiserem, tirão vocês do mercado em menos de um ano. Você e o grupo que representa não merecem ser considerados em um mercado qu. e busca ser ético. Tudo pelo lucro. Isto vai mudar. Fica o aviso… “

 


Aluysio, ao mesmo tempo que agradeço sua intervenção, pertinente e lógica, acho que você se enganou quanto ao destinatário. Peço a você que leia o blog inteiro e não somente o título. Com certeza vai perceber que o o mesmo é uma ironia quanto a postura dos gestores que segundo  você “maqueou indicadores, demitiu as pessoas de talento e bajulou as pessoas certas”. Com certeza não sou eu, já que não represento grupo algum, como você poderia ver ser fosse mais atento. Não quero que fique zangado, até porque seu comentário é perfeito. No entanto, cometeu o mesmo erro que muitos dos que você critica cometem. Julga parte pelo todo, não presta atenção no que realmente importa e age precipitadamente. Não me considero ofendido, mas gostaria somente de que as coisas fossem colocadas no lugar aonde devem estar.

 

Mais uma vez obrigado por sua participação e continue postando seus comentários. Afinal estamos do mesmo lado!