Sabedoria Oriental: Anos, Perdas & Ganhos

0
8




Para marcar a passagem de meu aniversário, e agradecer as diversas mensagens que recebi, separei uma linda citação da introdução do livro “Perdas & Ganhos“, de Lya Luft (Edtora Record, 2004, 25ª edição), um dos melhores livros que li em 2011.


“Desde a idade de seis anos eu tinha mania de desenhar a forma dos objetos. Por volta dos cinquenta havia publicado uma infinidade de desenhos, mas tudo o que produzi antes dos sessenta não deve ser levado em conta. Aos setenta e três compreendi mais ou menos a estrutura da verdadeira natureza, as plantas, as árvores, os pássaros, os peixes e os insetos. Em consequência, aos oitenta terei feito ainda mais progresso. Aos noventa penetrarei no mistério das coisas; aos cem, terei decididamente chegado a um grau de maravilhamento – e quando eu tiver cento e dez anos, para mim, seja um ponto ou uma linha, tudo será profundo.” (Katsuhika Hokusai)


Katsushika Hokusai (1760 – 1849) foi um artista japonês, pintor de estilo ukiyo-e  e gravurista do período Edo. Em sua época, era um dos principais especialistas em pintura chinesa do Japão. Nascido em Edo (atual Tóquio), Hokusai é melhor conhecido como autor da série de xilogravuras “Trinta e Seis Vistas do Monte Fuji” (1831) que inclui sua pintura icônica e internacionalmente conhecida, “A Grande Onda de Kanagawa”, criada durante a década de 1820.