Seleção para área da Saúde

0
8

A exigência de melhorias na área da saúde não está somente relacionada à estrutura física, condições de higiene adequadas, sistemas e equipamentos de ponta e administração estratégica de hospitais.
Percebemos quer as instituições de saúde se interessam também por profissionais cada vez mais bem capacitados, tanto de conhecimento técnico quanto prático. Profissionais que entendem e colocam em prática os protocolos de segurança, possuem uma visão sistêmica da área, priorizam um atendimento humanizado e ágil, e buscam se especializar e reciclar os conhecimentos para melhor atender a demanda existente.
Hoje, nos processos seletivos para essa área, não são aprovados somente os candidatos que possuem o título, mas sim aqueles que apresentam as competências acima descritas, que se mostram mais bem preparados e qualificados para executar as atividades, pois durante a formação acadêmica procuraram unir a prática ao conhecimento teórico, se desenvolvendo tecnicamente.
Além disso, os aspectos comportamentais também contribuem para essa aprovação, uma vez que olhamos a forma como esses profissionais se apresentam e como agem durante a entrevista, o interesse que demonstram pelas vagas e a iniciativa frente às situações propostas embasadas no dia a dia dentro dos hospitais.
Tornou-se uma seleção mais criteriosa, exigente e demorada, porém completa porque conseguimos entender e integrar a missão e valores das instituições com as competências necessárias para os profissionais se adequarem a essa nova realidade. Por outro lado, as instituições ganham em exigir cada vez mais de seus colaboradores, diminuindo assim os riscos de erros e a alta rotatividade do segmento.